Foto: Reprodução

Dados do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa quinta-feira (01/07) pelo Ministério da Economia, apontam para um balanço positivo entre admissões e desligamentos no setor formal da economia do Rio de Janeiro. De acordo com a análise do Instituto Rio21, o saldo de empregos do município do Rio de Janeiro foi de 8.513 novas vagas em maio de 2021. Enquanto 50.678 pessoas foram admitidas, 42.165 foram desligadas.

Gráfico: Instituto Rio21

O setor da economia que mais contratou foi o de Serviços, sendo responsável por 66,2% das vagas criadas no mês de maio. No entanto, também foi o setor que mais demitiu: 63% dos desligamentos totais ocorreram em Serviços. Por sua vez, o setor de Comércio foi responsável por 21,6% dos postos criados.

Gráfico: Instituto Rio21

Apenas o setor de Indústria presenciou um saldo negativo na cidade do Rio de Janeiro. Foram perdidas 117 vagas. Em contraste, o setor que mais criou postos foi o de Serviços, acumulando um saldo de 7088 vagas.

Gráfico: Instituto Rio21

O município do Rio de Janeiro foi a segunda capital do Brasil com o maior saldo de empregos em maio, ficando atrás apenas de São Paulo, que criou 43062 postos.

Gráfico: Instituto Rio21

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui