O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, fala sobre os estragos das chuvas que atingiram a cidade.

Ignorando a crise política que vive a cidade do Rio de Janeiro, com pedido de impeachment já em andamento na Câmara dos Vereadores, Marcelo Crivella recriou, nesta quinta-feira, 04/04, duas secretarias. As pastas serão ocupadas por políticos do PP, que tende a passar a ser um aliado para o não afastamento do prefeito. Paulo Jobim, foi nomeado secretário de Turismo e Marcelo Queiroz assume a a Secretaria de Meio Ambiente.

Na primeira reunião com secretários após a votação da abertura do pedido de impeachment, Crivella falou em metas e pautas positivas, já visando a eleição de 2020, sem comentar muito toda a movimentação política na Câmara esta semana.

Paulo Jobim, ex-ministro do Trabalho no governo de Fernando Henrique Cardoso, terá na pasta do turismo parte das funções da Riotur. Serão 11 cargos de confiança. Já na secretaria do meio ambiente, Marcelo Queiroz fica, também, com funções da Secretaria de Conservação.

Queiroz já foi secretário de Administração na 2ª gestão de Eduardo Paes, e foi chefe de Gabinete de Dornelles, quando este era vice-governador do Rio de Janeiro.

O PP tem apenas dois vereadores na Câmara do Rio. Vera Lins e Marcelino de Almeida. Vera votou contra a abertura do processo de impeachment de Crivella e Marcelino a favor.

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui