Respectivamente, Marcelo Crivella, Eduardo Paes e Martha Rocha - Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (22/10), foram divulgados dados da pesquisa do Datafolha para a prefeitura do Rio de Janeiro. No levantamento, realizado nos dias 20 e 21 de outubro, Eduardo Paes (DEM) oscilou 2 pontos percentuais, caindo de 30% para 28%. O atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) também oscilou, passando de 14% para 13%.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Já as candidatas Martha Rocha (PDT) e Benedita da Silva (PT) apresentaram crescimento. Martha Rocha passou de 10% para 13% e Benedita oscilou de 8% para 10%.  A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja a comparação entre os dados desta pesquisa e a que foi publicada pelo Datafolha no dia 8 de outubro:

Candidatos22/1008/10
Eduardo Paes (DEM) 28% 30%
Marcelo Crivella (REP) 13% 14%
Martha Rocha (PDT) 13% 10%
Benedita da Silva (PT) 10% 8%
Renata Souza (PSol) 5% 3%
Luiz Lima (PSC) 4% 1%
Bandeira de Mello (REDE) 3% 3%
Cyro Garcia (PSTU) 1% 2%
Clarissa Garotinho (PROS) 1% 1%
Fred Luz (NOVO) 1% 1%
Glória Heloiza (PSC) 1% 0%
Paulo Messina (MDB) 0% 1%
Suêd Haidar (PMB) 0% 0%
Henrique Simonard (PCO) Não foi citado 0%
Indecisos 3% 3%
Brancos ou nulos 17% 22%

Simulações de segundo turno

O Datafolha também simulou três cenários de segundo turno. Em um cenário entre Crivella e Eduardo Paes, o ex-prefeito vence com 52%, enquanto Crivella teria apenas 22%. Já contra Martha Rocha, Paes teria 41%, enquanto a delegada ficaria na frente com 45%. E em um terceiro cenário, entre Paes e Benedita, o ex prefeito venceria por 48% a 30%.

Veja os números:

  • Eduardo Paes 52% x 22% Crivella (branco/nulo: 25%; não sabe: 2%)
  • Marta Rocha 45% x 41% Eduardo Paes (branco/nulo: 13%; não sabe: 1%)
  • Eduardo Paes 48% x 30% Benedita da Silva (branco/nulo: 21%; não sabe: 1%)

A pesquisa, que foi realizada nos dias 20 e 21 de outubro, ouviu 1.008 eleitores da cidade do Rio. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TRE-RJ com o número RJ-08627/2020.

8 COMENTÁRIOS

  1. É incrível como as pessoas caem na conversinha cheia de palavras bonitas e apelativas da Martha Rocha! Insiste em sua história de vida, mas se esquiva quando é questionada sobre o fato de ter sido delegada na época do Cabral e sobre sua conduta nessa gestão… e o que dizer da atuação dela no caso Amarildo?? Seu passado te condena e vc ainda quer governar o Rio! Não caiam nessa!

  2. Como o pessoal consegue cair na lábia dessa Delegada! Chefe de policia do governo Cabral, esteve o tempo todo cercada de corruptos e nada fez. a mulher cheia de papo, mas copiou parte do plano do governo de outras campanhas. só sabe falar dela mesma e atacar os outros candidatos, mas não tem uma proposta concreta… Não voto nessa delegada de jeito nenhum! lugar de delegada é na delegacia!

    • Acho que seu raciocínio final exdrúxulo.
      Tem muito advogado, médico, enfermeiro, empresário, pipoqueiro, nadador, jogador de volei, futebol etc candidato…
      Vamos dizer então que o lugar não seria no escritório, no consultório, no hospital, na empresa, na rua com sua carrocinha de pipoca, na piscina, na quadra, no campo etc (?????)

    • Ela era chefe de Polícia do Cabral, mas quem tem competência de investigar e julgar o Governador não é o STJ (??) portanto de investigação a cargo da Polícia Federal (???)

  3. O único candidato capaz de derrotar Crivella ou Paes é uma mulher, ou seja, uma candidata: Martha Rocha.
    Então, quem não quer nem o Bispo ímprobo sobrinho do Charlatão dono da Igreja, nem o amigo da turma do guardanapo, precisa decidir pelo VOTO ÚTIL, escolhendo a delegada Martha Rocha.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui