Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (15/10), Benedita da Silva (PT), candidata à prefeitura do Rio, foi ao centro do Rio visitar o Sindicato dos Taxistas Autônomos do Município do Rio de Janeiro (STAM/RJ).



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

No encontro, Benedita esteve com o presidente da entidade, Hildo Braga, e com Tiago Santana, presidente do PT municipal. Eles receberam uma carta com as reivindicações de uma categoria que hoje conta com cerca de 30 mil profissionais rodando pelas ruas e avenidas da cidade. A principal delas pede que a Prefeitura regulamente e organize de uma vez por todas o serviço de aplicativos.

Segundo Braga, hoje os motoristas de aplicativos não cumprem normas da Secretaria Municipal de Transportes e chegam até a pegar passageiros na rua, o que deveria ser um direito exclusivo dos taxistas.

O sindicalista relatou também que em algumas regiões da cidade os condutores de apps organizam pontos para embarque de usuários, o que também não seria permitido. Segundo ele, hoje são 250 mil motoristas de apps circulando pela cidade, boa parte deles são profissionais de outras áreas que perderam seus empregos com a crise econômica agravada pela pandemia.

Benedita destacou que irá promover um grande debate com taxistas, motoristas de aplicativos e passageiros para que, em conjunto, busquem as melhores soluções para a melhoria do serviço de transporte individual na cidade do Rio de Janeiro. Ela afirmou que uma das saídas para o atual embate entre taxistas e motoristas de aplicativos passa pela questão do emprego.

Com a crise econômica, as pessoas precisam sobreviver. E sabemos que muitas, sem opção, se tornaram motoristas de aplicativo para sobreviver. Isso precisa ser revertido. Minha prioridade é fazer com que essa cidade volte a crescer e assim muitos cariocas troquem o volante pelas fábricas e escritórios”, disse Benedita.

Outro tema que teve grande atenção na conversa foi o aplicativo Taxi Rio, serviço exclusivo para os “amarelinhos”. Braga afirmou que até hoje a Prefeitura, responsável pelo app, não fez acordo com bancos e administradoras para que o cartão de crédito seja aceito nos pagamentos das corridas. Além disso, reclamou da falta de divulgação e publicidade do serviço, ainda pouco conhecido pelos cariocas.

Benedita assinou a carta e se comprometeu com a melhoria dos serviços e das condições de trabalho da categoria.

Nós vamos criar um circuito turístico e de eventos na cidade que terá o Táxi Rio como aplicativo prioritário para o turista ou mesmo para o carioca que irá se deslocar até eles”, disse a candidata.

Ela destacou também que a prefeitura irá realizar parcerias com escolas de línguas para que todos os taxistas tenham ao menos um vocabulário básico de inglês e espanhol. “Eles são os grandes anfitriões da cidade. Queremos que eles possam se comunicar melhor com nossos turistas e visitantes”, ela disse.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui