A Embraer e o Instituto de Gestão em Tecnologia da Informação (IGTI) anunciam nesta quinta o lançamento de um programa para pessoas com deficiência que queiram ingressar ou se especializar na área de tecnologia da informação (BI e Análise de Dados). Ao todo, são 300 bolsas de estudo 100% online e gratuitas. Além da qualificação profissional que aumenta as oportunidades no mercado de trabalho, cerca de 50 alunos serão selecionados ao término do curso para atuar de forma 100% remota em diversas áreas da fabricante brasileira de aeronaves. Podem se inscrever pessoas acima de 18 anos, de todo o Brasil, que tenham ensino médio completo. As inscrições estão abertas até o dia 10 de setembro, pelo site https://www.igti.com.br/bootcamp/embraer-socialtech .

O Bootcamp SocialTech Embraer tem o objetivo de desenvolver talentos de forma criativa e diversa e promover a inclusão de pessoas com deficiência no mercado. O curso dura dois meses e é dividido em 4 módulos e 148 horas/aula no total, num formato hands-on em que o aluno é protagonista da sua jornada educativa.

No curso intensivo, o aluno selecionado irá aprender a utilizar, na prática, a estatística e a mineração de dados para aplicação em projetos de Business Intelligence e implementar uma gestão orientada por indicadores e por dados, mesmo não sendo especialista em TI. Não é necessário conhecimento prévio e serão trabalhadas as principais ferramentas do mercado, como Tableau, Pentaho, Qlikview (Sense) e Power BI.

A Embraer busca com essa parceria a formação de pessoas com deficiência qualificadas em análise de dados para atuar profissionalmente, independentemente de classe social ou gênero. O bootcamp foi desenvolvido para oferecer todo suporte necessário aos alunos para que elas foquem exclusivamente no aprendizado.

“A demanda por profissionais qualificados na área de tecnologia é crescente no mercado de trabalho global, com excelentes oportunidades de carreira, mas que muitas vezes não estão ao alcance de grupos minorizados. Com o Social Tech, esperamos contribuir para eliminar essas barreiras sociais e econômicas”, disse Carlos Alberto Griner, vice-presidente de Pessoas, ESG e Comunicação da Embraer.

Já o CEO do IGTI, Vinicius Bozzi, reforça o compromisso da instituição em oferecer educação em TI de qualidade e acessível a todos. “Estamos muito felizes em oferecer essa formação gratuita em análise de dados, em parceria com a Embraer, para inclusão de Pessoas com Deficiência no mercado de trabalho de TI. Um dos passos para a inclusão é a criação de oportunidades e a qualificação. E a Embraer vai oferecer isso neste bootcamp que preparamos”, finaliza Bozzi.

SERVIÇO:
Bootcamp Embraer SocialTech
Curso online e gratuito para Pessoas com Deficiência
Inscrições até 10 de setembro
Início das aulas em 04 de outubro
Duração: dois meses

Guaraná Antarctica lança lata comemorativa no ano de seu centenário

Depois de convocar todos os brasileiros para se tornarem seus sócios no ano do centenário, Guaraná Antarctica reforça mais uma vez o protagonismo dos consumidores na construção dos 100 anos da marca. Agora, os sócios que aceitaram esse convite fazem parte da história ao cocriar a edição comemorativa das latinhas da marca. Para participar, os consumidores enviaram sugestões nas redes sociais de imagens que mais traduziam a brasilidade em seu dia a dia. 

Assim, de brasileiro para brasileiro, e com imagens de brigadeiro, vira-lata caramelo, trave de chinelo, tênis pendurado no fio de iluminação de rua, Guaraná Antarctica celebra o ano do seu centenário com uma identidade visual ainda mais conectada com o público.

“Guaraná Antarctica está comemorando 100 anos ao lado dos consumidores e não há nada mais representativo do que trazer na nossa lata, que chega em todos os cantos do país, uma homenagem ao nosso povo, a nossa cultura e as nossas raízes”, explica Alexandre Lemos, gerente de Marketing de Guaraná Antarctica. 

O resultado dessa parceria de sucesso está estampado na lata de edição especial que chega este mês aos principais pontos de vendas do Brasil.

A criação é da agência Soko. “Para a concepção das embalagens, abrimos uma enquete no twitter sobre quais seriam os elementos visuais mais icônicos desses últimos 100 anos de Brasil e Guaraná. Com metodologias de design participativo desenvolvemos um sistema com mais de 100 ilustrações que se conectam a diferentes memórias afetivas do brasileiro“, conta Roma Jo, Líder de Design da Soko.

Para essa e outras histórias, siga meu Instagram @marketingeoutrashistorias

Renata Granchi é jornalista, publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV e TV Escola. Escreveu dois livros didáticos e atualmente presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade, como o canal de TV Like, Dom Produções Criativas, Audima, entre outras.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui