O presidente da CEDAE, Wagner Victer, anunciou hoje que o emissário da Barra ficará pronto apenas em março, apesar de ter sido inaugurado em Dezembro pela então governadora Rosinha Garotinho (como o metrô em Copacabana e o aeroporto em Cabo Frio, sem funcionar). Victer também anunciou a construção da elevatória de Marapendi como uma das prioridades de sua gestão, para atender a demanda de parte do Recreio dos Bandeirantes e da Barra da Tijuca, como o Jardim Oceânico, que hoje conta com estações de tratamento de alguns condomínios.

As obras do emissário começaram em 2001, mas sofreu vários atrasos. O mais conhecido foi um erro de projeto, que obrigou a explodir uma pedra que impedia a construção do emissário. Se a imprensa fizer uma pesquisa aprofundada ali vai ter manchete para uns 20 dias.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui