Imagem meramente ilustrativa

Nesta quinta-feira (22/04), a Polícia Civil realizou uma operação contra uma empresa e seus representantes, em Recife, que oferecia lotes de doses da vacina AstraZeneca/Oxford para imunização da Covid-19 a pelo menos 20 municípios brasileiros. Segundo as informações, Duque de Caxias e Barra do Piraí, ambos municípios do Rio de Janeiro, receberam a oferta.

Segundo as investigações, a empresa ofertava os lotes da vacina por meio de uma empresa americana pelo valor de U$ 7,90. Segundo o contrato, as cidades deveriam realizar o pagamento antecipado por meio de “Swift” (remessa internacional) ou carta de crédito no momento da suposta postagem das doses em Londres. Ainda não se sabe se algum município chegou a pagar à organização.

Os policiais da Delegacia de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (DCC-LD) cumpriram oito mandados de busca e apreensão. A ação também conta com o apoio da Polícia Civil de Pernambuco e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e tem como objetivo apreender aparelhos de telefone celular, computadores, contratos e outros documentos relacionados ao crime.

Uma nota do laboratório AstraZeneca afirmou que todas as doses em produção estão destinadas a consórcios internacionais como o Covax Facility e contratos com países. Portanto, não há doses remanescentes para serem comercializadas com estados, municípios ou entidades privadas.

Os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa e estelionato contra a administração pública.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui