Placas Solar na Escola Eliezer Max
Placas Solar na Escola Eliezer Max

As notícias do Rio podem ser mais que trapalhadas dos nossos governantes. Algumas coisas boas também ganham destaque e merecem ser noticiadas, exemplo disso é a escola comunitária judaica Eliezer Max, que fez a instalação de painéis solares na sua unidade de Laranjeiras, Zona Sul do Rio de Janeiro.

O Rio já é conhecido como um dos piores prestadores serviços de energia do país, mas a instalação de 92 módulos fotovoltaicos gerou mais que economia de eletricidade na escola. Foram criadas diversas atividades educacionais sobre sustentabilidade.

Placas Solar na Escola Eliezer Max
Placas Solar na Escola Eliezer Max

Aulas de Iniciação Científica

Usar a tecnologia para gerar conhecimento não é novidade, mas superou à expectativa dos seus administradores. A escola está aproveitando os conteúdos relacionados ao projeto na parte pedagógica, envolvendo alunos de diversas faixas etárias, de forma permanente.

Os temas Geração da Energia Elétrica e Cálculo do Consumo de Energia estão sendo trabalhados nas aulas de Iniciação Científica e do Clube de Ciências.

“Entendemos que iniciativas como essa são capazes de aumentar a percepção das novas gerações sobre a importância de alternativas energéticas sustentáveis, e que a escola desempenha um papel fundamental no despertar dessa consciência”, comenta Bruno Gottlieb, diretor administrativo do Eliezer Max.

Exemplos no Rio de Energia Solar

O Diário do Rio já mostrou ainda em 2018 outro exemplo com projeto similar, onde a ONG Revolusolar em parceria com uma empresa privada levou o Projeto Escolinha Solar para a escola Tia Percília, no Morro da Babilônia.

Escola Eliezer Max

A Escola Eliezer Max é uma escola judaica comunitária que atua nos níveis de Educação Infantil, Fundamental e Ensino Médio, com unidades nos bairros de Laranjeiras e Ipanema, Resultado da fusão de duas escolas tradicionais fundadas na década de 1950. Conquistou a 5ª melhor pontuação da cidade e a 6ª no estado do Rio de Janeiro no ranking do Ideb – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui