A escola Alberto Rangel foi totalmente reforma e ganhou uma nova pintura - Beth Santos/Prefeitura do Rio

Depois de passar por uma ampla reforma, a Escola Municipal Alberto Rangel, na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, foi reinaugurada nesta quarta-feira (15). A unidade recebeu diversas intervenções, como novas instalações elétricas, melhorias em acessibilidade e cobertura da quadra esportiva, além de serviços de drenagem. A obra durou 120 dias, com investimento de cerca de R$ 1,1 milhão. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, estiveram na cerimônia de abertura da unidade educacional.

A gente tem a melhor rede de ensino do Brasil e o que podemos fazer agora é sonhar mais alto e introduzir novos elementos na educação pública, fazendo com que a estrutura seja melhor, esse vai ser o nosso esforço permanente. Queremos ser ousados para fazer funcionar o que já existe, qualificando e dando melhores condições de trabalho aos nossos profissionais da educação“, disse o prefeito, que visitou as instalações da unidade e, na cozinha, experimentou e elogiou o feijão preparado para a merenda dos alunos.

A recuperação foi realizada pela Empresa Municipal de Urbanização (Rio-Urbe), que também fez a pintura de toda escola: área externa, portões, banheiros e cozinha, além dos alambrados. A unidade atende a 244 alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Trabalhamos para que as crianças e os jovens alunos daqui tenham a oportunidade de sonhar, esse é o nosso trabalho contínuo de todos os dias. Quero agradecer a todos os profissionais da Alberto Rangel, uma escola que tem um papel importante para a Cidade de Deus, com uma participação especial no ensino do segundo segmento. Essas crianças vão entender que é através da porta da escola que elas poderão ter um futuro melhor“, afirmou o secretário Renan Ferreirinha.

Município prevê investimento de R$ 83 milhões na manutenção das escolas

No mês passado, a Secretaria Municipal de Educação (SME) anunciou o investimento de R$ 83 milhões em manutenção e ajustes nas unidades da rede. Este será um dos maiores volumes de recursos já disponibilizados na história da SME por meio do Sistema Descentralizado de Pagamento (SDP).

Estou muito feliz com essa reforma. Essa escola é muito bacana, fazemos um trabalho bem sério. No ano que vem, vamos celebrar 50 anos de existência desta unidade que faz parte da história da Cidade de Deus“, ressaltou Carlos Alberto Santana, diretor da escola Alberto Rangel.

Este foi o segundo volume de recursos disponibilizado em oito meses de gestão. O primeiro foi repassado no Dia da Escola (15/3), quando R$ 16 milhões foram liberados. Agora 1.574 escolas, creches, Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs) e unidades de extensão vão poder receber R$ 52.800 cada, totalizando R$ 83 milhões. Para ter direito à verba, as unidades escolares deverão estar em dia com as prestações de contas.

O SDP é um recurso que permite celeridade na solução de problemas em relação às necessidades do dia a dia das escolas. Ele é destinado para pequenas despesas, como a compra de materiais de consumo (limpeza, escritório), aquisição e reforma de equipamentos e mobiliários, bem como para a realização de pequenos serviços de reparos na rede física.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui