Foto: Reprodução

As escolas de samba do Grupo Especial irão receber entre os meses de fevereiro e março um apoio financeiro do governo estadual. A informação é do site Carnavalesco. A verba será viabilizada pela Lei Aldir Blanc e do Fundo Estadual de Cultura.

Cada agremiação receberá R$ 150 mil reais. Mocidade, Viradouro, Beija-Flor e Grande receberão o auxílio pela Lei Aldir Blanc. Já as demais escolas do grupo especial irão obter o apoio financeiro mediante o Fundo Estadual de Cultura (FEC).

Segundo informações fornecidas pelo deputado estadual e ex-presidente da Mangueira, Chiquinho da Mangueira (PSC) ao site Carnavalesco a previsão é que os valores sejam liberados na segunda quinzena de março.

“A cadeia produtiva do carnaval está em uma situação muito delicada. É um plano emergencial de socorro às escolas de samba e aos seus profissionais que se encontram sem o seu meio de sustento. A indústria de carnaval gera milhares de empregos diretos e indiretos”, afirmou Chiquinho.

O deputado ainda disse o auxílio financeiro deve ser usado para realização de lives e pagamento das equipes de funcionários/colaboradores das escolas. Além disso, o prefeito Eduardo Paes (democratas) também deve lançar um projeto de ajuda para as escolas, assim como fez com os blocos, em que a prefeitura anunciou o investimento de R$ 3,2 milhões em incentivos ao Carnaval de rua carioca.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui