Foto: Diário do Rio

Na Rua da Assembleia, entre os números 10 e 38, uma verdadeira vala de esgoto se formou há dias. Ninguém sabe exatamente a causa do problema e a solução parece distante, uma vez que os órgãos competentes vêm tratando a situação com descaso.

Um trabalhador (que preferiu não se identificar), do edifício Agostinho 1, número 36 da Rua, disse que ligou para a Cedae diversas vezes, mas foi ignorado.

Segundo o gerente predial do edifício Vilela Monteiro, Rua da Assembleia 40, Adriano Nascimento: “A Cedae já foi notificada 14 vezes e a Rio Águas 2 duas e a Prefeitura. Até o momento, nenhuma providência foi tomada. Quando a Cedae chega, diz que o problema é da Prefeitura, e quando a Prefeitura chega, diz que é da Cedae”, afirmou.

A imagem que ilustra a matéria é em frente ao restaurante Delírio Tropical da Rua da Assembleia.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui