Acho que a maior crítica feita quando os blogueiros cariocas se encontram é sobre os jornais do Rio de Janeiro. Não levem a mal, mas parece que jornais como O Globo odeiam a cidade do Rio de Janeiro. Veja só esse caso que o Élio Gaspari chamou a atenção

Era uma tropa de elite. No ultimo dia 25 sob o comando de Carlos Minc, secretário de meio ambiente do governo do RJ, um combinado de fiscais, peritos e policiais subiu a encosta do Morro Dois Irmãos e entrou na favela Chácara do Céu. Na véspera Minc sobrevoara o morro num helicóptero. A tropa de ambientalistas procurava a espantosa expansão da favela sobre as matas do Parque Natural Penhasco Dois Irmãos. Os bárbaros ameaçavam os moradores do Alto Leblon. Temia-se até que traficantes da Rocinha, (fábrica de marginais segundo o governador Sergio Cabral), estivessem mercadejando na Arcos da Lapa por Imagem Compartilhadacomunidade. Constatou-se que não acontecera expansão alguma. Minc trazia consigo uma foto aérea tirada em 2004. Seria absurdo pensar que tantas autoridades subam uma favela para não encontrar nada de errado. Havia a obra de um puxadinho com uns vinte metros quadrados. Como o dono não estava lá, demoliram-no. Salvaram-se assim a Mata atlântica e a paz do Leblon. A expansão da favela fora produto de uma alucinação demofóbica."

Apesar do artigo de Gaspari ter sido publicado no O Globo, foi este jornal que só falava da expansão da tal favela! Fazendo um desserviço ao Rio de Janeiro, criando problemas que não existiam? Precisava? Não, claro que não!!! A cidade tem problemas, é uma metrópole, tem uma variedade gigante de coisas para fazer, precisa inventar mais um???

Agora veja a diferença, além do museu no Botafogo que foi noticiado pela Folha de São Paulo, o mesmo jornal publica uma matéria elogiando a Lapa.

Não está na hora dos jornais cariocas pararem de falar mal e começarem a falar bem da cidade? Matéria não falta, veja Diário do Rio. Rio Temporada, Digo e Matéria de Gaveta…

Foto do Arcos da Lapa retirada do Flickr de Imagem Compartilhada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui