Imagem apenas ilustrativa | Foto: Reprodução

Foi aprovado em 2ª discussão um projeto de lei que muda o nome da estação Cidade do Samba do VLT para que se chame Parada Cidade do Samba – Estação Hilária Batista de Almeida – Tia Ciata (1854-1924). O texto segue para sanção ou veto do prefeito Eduardo Paes.

Hilária Batista de Almeida, conhecida como Tia Ciata (1854-1924), tornou-se um símbolo da resistência negra no Brasil pós-abolição e uma das principais incentivadoras do samba depois de abrir as portas de sua casa para reuniões de sambistas pioneiros quando a prática ainda era proibida por lei.

Em sua casa, na Praça Onze, onde os sambistas se reuniam, foi criado o primeiro samba gravado em disco “Pelo Telefone”, uma composição de Donga e Mauro de Almeida, na voz do cantor Baiano, também nascido em Santo Amaro da Purificação.

Nomear a estação que já faz alusão ao samba com o nome de Tia Ciata é uma forma de celebrar a importância dela e de outras ‘tias do samba’, em sua maioria mulheres negras que construíram a história musical e cultural da cidade, que permanece viva em cada roda, escola de samba e no próprio carnaval”, justificou a autora, vereadora Thais Ferreira (PSOL).

1 COMENTÁRIO

  1. Sempre o PSOL criando esses projetos inúteis. Acordar cedo para fiscalizar se os médicos estão comparecendo aos plantões nas UPAs da Pavuna e região, ela não quer! Nem sabe onde fica.

    Em tempo, o Tarcisio Motta, do PSOL, alterou tempos atrás por projeto de lei o nome da estação Praça XV para Almirante Negro João Cândido. É outro que precisa de trabalho pra fazer.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui