Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

Nesta terça-feira (15/06), a Câmara Municipal do Rio derrubou o veto do prefeito Eduardo Paes ao projeto de lei 1139-A/19, da vereadora Teresa Bergher, que muda o nome da estação Parada Cinelândia do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos), para “Parada Cinelândia – Estação Jornalista Ricardo Boechat (1952/2019)”.

Esta homenagem tem o objetivo de perpetuar na memória dos cariocas os elevados valores éticos, de liberdade, de justiça e de igualdade que pautaram toda a trajetória do grande Ricardo Boechat“, disse Teresa Bergher.

No texto, a autora justificou que a Praça Cinelândia é um palco histórico de grandes lutas e encontros festivos em favor da democracia e da liberdade no Pais, causas defendidas com muito empenho durante toda a carreira do jornalista, falecido em 11 de fevereiro de 2019 em um acidente de helicóptero.

O talentoso jornalista nos deixou um legado primoroso de solidariedade e um trabalho incansável em prol de uma sociedade melhor e da liberdade de expressão. E não há lugar que melhor represente este legado que a Cinelândia, palco histórico de grandes lutas pela democracia e pela liberdade”, afirmou a vereadora.

6 COMENTÁRIOS

  1. Incrível, como que o nome do falecido pode ter mais relevância do que a Cinelândia???
    Será que consideram que a Cinelândia e o que ela representava morreu e entre um morto e outro preferem o mais recente?!

  2. Ele tomava metrô na Cinelândia???
    Tinha por hábito entrevistar pessoas em seu entorno???
    Não…
    É só cena da parlamentar para aparentar fazer algo.
    Aquele cinegrafista Santiago que tomou um rojão enquanto trabalhava cobrindo manifestação virou nome de alguma praça ou estação no Centro?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui