Escola Municipal FrienderichNormalmente os governos abrem sempre novas escolas, já que a população cresce, além de termos novas camadas sociais colocando os filhos no colégio. Contudo, o governo estadual, capitaneado por Sérgio Cabral, vai na contramão da história: Foram fechadas 50 escolas públicas!

Pelo visto, todos conhecem a importância da educação para o avanço da sociedade, menos a cúpula do governo estadual, que enxerga o setor como um gasto e não como um investimento.

Por que será que Cabral e sua equipe, ao invés de cortarem despesas na área de educação, não diminuem gastos nas operações que envolvem grandes empresas como no caso do Maracanã, onde se gastou mais de 1 bilhão de reais para depois conceder o espaço à exploração da iniciativa privada por preço muito mais baixo.

Simbolizando essa inversão de valores, como cereja do bolo, ainda querem demolir a Escola Friedenreich, situada justamente no complexo do Maracanã.

O surpreendente fato de uma média de três professores estaduais pedirem demissão a cada dia passa a não surpreender tanto. Trata-se de um processo absurdo e inaceitável, mas um tanto quanto compreensível para quem sabe colocar os pingos nos “is”.

Bruno Kazuhiro
32 anos, é formado em Direito pela UFRJ, Mestre em Ciência Política pelo IESP-UERJ, Secretário de Obras e Infraestrutura do Estado e Presidente Nacional da Juventude do Democratas. Além disso, é coordenador de Juventude da União de Partidos Latino-Americanos e Presidente da Juventude da União Democrata Internacional.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui