Foto: Demóstenes Ramos

A primeira etapa da campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa começa neste sábado, 01/05. A imunização de bovinos e bubalinos de todas as idades é um compromisso de todos os pecuaristas fluminenses em conjunto com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento para erradicar a doença no estado do Rio de Janeiro. Esta etapa da campanha vai durar todo o mês de maio, seguindo o cronograma nacional desenvolvido pelo Ministério da Agricultura.

A obtenção de altos índices de imunização dos animais é importante para seguir avançando rumo à retirada da vacina. Desta forma será possível ampliar significativamente o mercado. Em razão da pandemia, tomamos todos os cuidados para que a vacinação ocorra corretamente e sem colocar em risco a saúde dos produtores rurais e dos servidores do serviço veterinário oficial“, disse o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Os estabelecimentos agropecuários que comercializam as vacinas e os produtores rurais estão sendo orientados quanto às normas para venda e aquisição de vacinas. Os locais de revenda são orientados a facilitar o acesso dos criadores à vacina e auxiliar na entrega da declaração de vacinação.

Declaração de vacinação

A Secretaria de Estado de Agricultura, por meio da Defesa Agropecuária, permite que o pecuarista faça o lançamento da sua própria declaração de vacinação utilizando o Sistema de Integração Agropecuária(Siapec3). Neste período da pandemia, também foram disponibilizados os e-mails dos Núcleos de Defesa Agropecuária e WhatsApp para envio da declaração e esclarecimentos de dúvidas sobre a campanha.

O formulário de declaração está disponível para o preenchimento neste link, devendo ser enviado junto da nota fiscal, de forma digitalizada ou por foto, para um dos contatos apresentados.

O produtor poderá contar com o apoio dos sindicatos rurais, lojas agropecuárias e prefeituras no recebimento de declarações, que serão repassadas aos escritórios do serviço oficial, evitando, assim, a aglomeração nesses postos – comentou o Superintendente da Defesa Agropecuária, Paulo Henrique de Moraes.

Os contatos de e-mails dos Núcleos de Defesa Agropecuária podem ser acessados por meio deste link. Os números abaixo são regionais e também estão disponíveis para envio das declarações direto para os escritórios locais pelo WhatsApp:

(21) 98605-1198 – WhatsApp
(24) 2445-4539 – Barra do Piraí
(24) 3328-2479 – Barra Mansa
(22) 2731-5928 – Campos dos Goytacazes
(22) 2778-4568 – Casimiro de Abreu
(22) 2551-1673 – Cordeiro
(24) 2222-9883 – Petrópolis
(22) 2789-1397 – São Francisco do Itabapoana
(21) 2747-2185 – Tanguá
(24) 2251-5690 – Três Rios
(24) 2438-3331 – Valença



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Babi Wentz
carioca, estudante de Letras na UFRJ. Nascida numa segunda-feira de carnaval, se apaixonou muito cedo pela arte das Escolas de Samba. Moradora da Taquara, é Zona Oeste desde os onze anos; não dispensa um passeio pelo Centro, uma ida ao Parque de Madureira, uma volta pela Cidade das Artes ou qualquer outro evento que consiga ir. Gosta de teatro e música, às vezes se arrisca nessas áreas. Também é pseudônimo de Bárbara de Carvalho.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui