Guilherme Brito para G1

Dizer que o Rio de Janeiro possui enorme potencial turístico mas não consegue explora-lo em sua plenitude por questões de organização, segurança e infraestrutura é chover no molhado. Sem dúvida alguma nossa Cidade tem muito o que avançar nestes quesitos para poder usufruir de todos os dividendos que o turismo pode lhe dar.

Acontece que, além de não exibir melhora, o Rio parece estar regredindo neste verão, desde o tiroteio no réveillon de Copacabana até a sujeira e os arrastões nas praias, passando pelo absurdo caos no Trem do Corcovado.

Esse último caso constituiu exemplo claro das falhas que envolvem diversas instâncias: os visitantes sofrem por horas em enormes filas para embarcar nas vans que saem de pontos da Cidade e levam ao monumento. Posteriormente, perdem mais tempo para conseguir utilizar de fato o trem.

Recentemente, uma pane mecânica deixou passageiros presos dentro do trem em um trajeto íngreme por mais de 40 minutos e sentindo os efeitos do forte calor. Desse jeito, o Rio parece pedir para que turistas brasileiros e estrangeiros não retornem.

Com a palavra, a Prefeitura, a RioTur e as concessionárias privadas;

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui