Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

O vereador Pedro Duarte (NOVO RJ), em parceria com o Centro de Liderança Pública (CLP), apresentou nesta sexta-feira (26/02), no auditório da Fecomércio, um encontro para uma apresentação inédita do Ranking de Competitividade dos Municípios: dessa vez, os dados foram abertos e específicos sobre o Rio de Janeiro. 

O estudo mostra dados preocupantes. O Rio é o 200º colocado no Pilar de Sustentabilidade Fiscal, o 238º colocado no Pilar de Qualidade da Saúde, 286º colocado no Pilar de Acesso à Saúde, e 328º colocado em Tempo de Abertura de Empresas. 

Hoje o Rio ocupa o 71° lugar no Ranking de Competitividade dos Municípios. Com o potencial que sabemos que a cidade tem, esse resultado deve ser melhorado com urgência. Esse encontro abordará a importância do fomento à Competitividade no mandato municipal, além de debater caminhos e saídas para o desenvolvimento da nossa cidade.”, explica Pedro Duarte.

Entre os convidados, Carlo Caiado (DEM), presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro; Antonio Florencio de Queiroz Junior, presidente da Fecomércio-RJ; Tadeu Barros, diretor do Centro de Liderança Pública -CLP; Cristiano Beraldo, Secretário do Turismo e Maína Celidônio, Secretária dos Transportes.

O Ranking de Competitividade dos Municípios analisou 405 municípios brasileiros – todos acima dos 80 mil habitantes, por meio de 12 pilares dentro de 3 dimensões. 



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

São elas: 

  • As dimensões de sociedade: acesso à saúde, qualidade da saúde, acesso à educação, qualidade da educação, segurança e saneamento e meio ambiente. 
  • As dimensões de instituições: sustentabilidade fiscal e funcionamento da máquina pública.
  • As dimensões de economia: inserção econômica, inovação e dinamismo econômico, capital humano e telecomunicações.

Veja o relatório completo.

11 COMENTÁRIOS

  1. Tenho uma banca de jornal no Centro e estou a 4 meses esperando a prefeitura autorizar acompanhia de luz a fazer uma simples obra e já se vão 4 meses de espera a puder me ajude pois nem enérgica solar posso colocar pois não tenho relógio de luz q puder m ajude meu telefone e 974210089 eliziario

  2. …a encampação da Linha Amarela sem falar em indenização

    Indenizar ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA que promoveu o esbulho da coisa pública e ficou impune no CRIME PERMANENTE durante anos.

    Quem tem que ser indenizado é o povo, quem tem que ir pra cadeia é CESAR MAIA esse bandido canalha, formador de quadrilha, mau carater e inescrupuloso…

    O GLOBO – TENTA INDUZIR À VOLTA DO PEDÁGIO LINHA AMARELA…
    Finalmente acabou o TJRJ lacrou definitivamente. A LAMSA nunca participou de licitação e sempre trabalhou na clandestinidade mediante distribuição de propina. Pedágio em AVENIDA como o da Linha Amarela em qualquer situação de estado ou de iniciativa privada é crime de EXTORSÃO e FRAUDE FISCAL, e por isso essa cobrança não volta mais, a AVENIDA deve ser entregue a CET-RIO, BOMBEIROS e a DEFESA CIVIL que vão ficar instalados no antigo prédio da concessionaria, a limpeza fica por conta da COMLURB-RJ. A PMERJ como sempre continuará atuando nas vias de maior movimento. Entre outros crimes permanentes cometidos por essa Organização Criminosa OAS-LAMSA-INVEPAR, implantada pelo bandido CESAR MAIA os estelionatários, usando recibos falsos, sonegavam, desviaram e lavaram dinheiro, com a conivência de autoridades desde sua inauguração, superfaturavam e em outras ocasiões subfaturaram obras que diziam ter feito, mentiam negociando debentures e títulos podres junto aos fundos de pensão PREVI-BB, PETROS, FUNCEF, falsificavam dados contábeis para iludir, bancos, acionistas e o fisco, como constatado pela CVM-RJ e pelo TCU, operando distribuição de vantagens indevidas e incitando corrupção de autoridades formando quadrilhas nos três poderes e junto à receita federal, municipal e nas secretarias, fizeram apologia ao crime permanente de estado extorquindo contribuinte mediante grave ameaça, contabilizando arrecadação por estimativa dos Tributos sobre bens públicos inalienáveis ilegalmente, onde não havia interesse à cidadania e dos contribuintes, usando LAMSA uma empresa laranja, testa de ferro que nasceu para furtar o erário se apoderou em esbulho de uma AVENIDA do povo sem sequer ter participado de licitação, na marginalidade em conluio com autoridades inescrupulosos. (LuizPCarlos – 21.02.2021).

  3. Dos 3 pontos, “As dimensões de sociedade” é o pior. Leva mais tempo e é estrutural, além de necessitar de uma cooperação com o estado e municípios da região metropolitana.

  4. Esquece o centro do rio, conceito de 1900 e bolinha de centralizar tudo num único lugar. O comércio dos bairros deve ser fortalecido e outros polos de desenvolvimento de empresas pra vc ter um desenvolvimento mais igual entre as regiões.

  5. QUANDO VEJO MATÉRIAS QUE ABORDAM ESSE ASSUNTO, LOGO ME VEM O ÓBVIO, OU SEJA, O QUE ESPERAR DE UM POVO PORCO, PESSIMAMENTE EDUCADO, QUE PAQUERA A CRIMINALIDADE E QUE ADORA PASSAR UMA IMAGEM DE “MALANDRO”? ESTAMOS COLHENDO O FRUTO DE TODO COMPORTAMENTO MEDÍOCRE E BOÇAL QUE É CARACTERÍSTICO DESSA REGIÃO. O RIO DE JANEIRO É LINDO VISTO POR CIMA, POIS QUANDO VC ESTÁ NAS RUAS, A TRISTEZA É GRANDE!

  6. Existem outras coisas também a serem consideradas: a desordem urbana e o desvalorizado senso de dever popular pra que as coisas sejam minimamente ordeiras, algo que é compartilhado pelo poder público – que não cumpre a moralidade que ele espera do cidadão. Dois exemplos populares: o lixo nas ruas, o saque de mercadorias em caminhões acidentados/roubados; Dois exemplos do poder público: a encampação da Linha Amarela sem falar em indenização e o não-pagamento do VLT Carioca.

    É hora de mudança! Tudo isso impõe um custo ao Rio de Janeiro que é certamente levado em conta na hora de alguém decidir um investimento aqui.

    • Mas toda cidade do Brasil tem desordem urbana.

      A melhorzinha por incrível que pareça é a Cidade de Porto Alegre.

      Mesmo assim está uma porcaria.
      A desordem urbana é da cultura do povo brasileira.

      A cidade de Brasília tem 61 anos foi toda ela planejada,mas está totalmente desorganizada socialmente.

      A 6 km do Palácio do Alvorada tem uma favela do tamanho da favela do Rio das Pedras.

      Abraços,
      Cláudio

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui