Eu quero falar de Rap: DJONGA e BK!

Texto de: Eli Ribeiro

Ritmo e poesia, hip-hop, voz do gueto, poesia das ruas, chame como quiser, mas o Rap é hoje, de longe, o gênero musical que mais cresce no país! Você sempre verá jovens sendo influenciados diretamente pelas letras por aí, independente das origens, e quem sabe até uma rodinha despretensiosa de rima freestyle para passar o tempo da molecada. E foram em rodinhas como essas que surgiram dois dos nomes mais influentes do rap brasileiro atualmente, os rappers BK e Djonga. Em comum, os dois têmletras com fortes críticas sociais, assumindo uma lírica afiada.

O carioca AbebeBikila, vulgo BK, aprendeu a rimar ouvindoTupac e Jay-Z, tendo também como referências Racionais Mc’s e Marcelo D2, com quem está dividindo o palco no lançamento de seu novo álbum, Gigantes,muito aclamado pela crítica. Começou na Nectar Gang, passando pela Pirâmide Perdida e hoje, entre uma e outra parceria, está consolidado como uma realidade no cenário nacional.

Gustavo Pereira é natural de Belo Horizonte e, assim como BK, já é uma realidade do Rap em terras canarinhas. Mais conhecido por Djonga, o rapper tem como referências Dogão e, claro, Racionais Mc’s, onde qualquer semelhança não é mera coincidência. Começou no Sarau Vira-Lata, participando também do DV Tribo, antes de ingressar na carreira solo. Atualmente está com o álbum Ladrão, lançando pedrada a torto e a direito por aí com suas letras sempre muito críticas.

<

Falar de Rap no Brasil, hoje, é falar desses caras! Máximo respeito!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here