Foto: Divulgação

O vereador Felipe Michel promoveu nesta sexta-feira (7) uma reunião com o objetivo de definir as diretrizes para a retomada dos eventos na cidade. O tema foi discutido com produtores de eventos do Rio de Janeiro, a secretária de Saúde Bia Bush e a subsecretária de Vigilância Sanitária Márcia Rolim, que representaram o prefeito Marcelo Crivella. O vereador, que foi subsecretário de Eventos até o último mês de abril, decidiu reunir a categoria a pedido dos próprios produtores.  

A paralisação do setor de eventos impacta na cultura, no turismo, no esporte. Tantas outras atividades já estão funcionando e nós, que somos capazes de nos organizar melhor que ninguém porque vivemos disso, continuamos sem poder trabalhar. Tivemos que nos reinventar nesta pandemia, fazendo lives, drive-in, mas precisamos retomar nossa atividade“, disse o presidente do Apresenta Rio, Pedro Guimarães. 

O empresário Carlos Favoretto, responsável pela administração do Golfe Olímpico da Barra, disse que a paralisação dos eventos prejudicou muito o funcionamento do local. “O Golfe depende dos eventos para continuar aberto“, explicou.

A secretária Bia Bush falou sobre a situação atual e disse que o setor de eventos terá um plano específico para a retomada:
Abrir a cidade é obrigatório, mesmo com as críticas. Não imaginem as atividades dos senhores funcionando como antes, isso não acontecerá a médio prazo. Mas sabemos que não temos um surto entre caixas de supermercados, trabalhadores de farmácia, a proteção funciona. Vamos apresentar semana que vem um plano específico para eventos, porque o setor é muito característico. O Comitê Científico já previu a abertura das atividades no próximo dia 16, com um terço da capacidade. Vamos fazer aqui uma parceria para traçarmos juntos as estratégias, analisando as especificidades do setor. Está muito perto da gente conseguir uma vitória“. 

Ainda segundo a secretária, os eventos corporativos poderão funcionar assim que o protocolo for publicado. A previsão da publicação é para a próxima segunda-feira. 

Felipe Michel comemorou o resultado da reunião: “Fico feliz por ter feito o meio-campo entre os produtores e a secretária. Tenho certeza de que nosso encontro foi bastante produtivo e vai garantir uma retomada do setor com segurança“. 

Na próxima semana, haverá outras reuniões entre produtores e os representantes do Comitê Científico para definir o protocolo para o retorno dos demais eventos.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.


1 COMENTÁRIO

  1. Graças a Deus!!! As pessoas precisam voltar e retomar suas vidas, e o trabalho faz parte disso, até porque viver com 600,00 (a qual nem todos conseguiram), é algo que não tem condições. Com todos os critérios do protocolo e fiscalização, poderemos voltar até normalizar.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui