Ao que parece, o ex-secretário de obras de Eduardo Paes (DEM), Alexandre Pinto, pode estar negociando uma delação premiada com o MPF do Rio e de Brasília, é o que diz a coluna de Lauro Jardim, em O Globo. Já se suspeitava que Pinto estaria para delatar, já que foi solto semana passada pelo juiz Marcelo Bretas.

Diz a coluna:


Tudo sobre as eleições 2018 no Rio de Janeiro

Entretanto, em virtude da negociação, Pinto começou a colaborar por meio de depoimentos, ainda não na condição de delator — a exemplo do que Léo Pinheiro e Antonio Palocci vêm fazendo há tempos.

O vaivém entre Rio e Brasília se deve à menção que Pinto fez a pelo menos uma pessoa com foro em Brasília, o que obrigaria à chancela da PGR para que o acordo decolasse.

Se Pinto falar e algo vazar no período eleitoral, pode ser uma bomba na campanha de Paes. O ex-prefeito, inclusive, nunca renegou seus ex-aliados Cabral, Picciani, Paulo Melo e Eduardo Cunha, hoje presos. Falei sobre isso no vídeo de segunda, assista:

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui