Barras de Ouro expostas no BESNumismática e o BrasilOs entusiasta da Numismática, ou seja do estudo da moeda, tem um compromisso importantíssimo no Museu Histórico Nacional, é que começa nesta quinta, dia 21 de Março, e estará lá até o dia 20 de junho de 2013 a inédita exposição “O BESNumismática e o Brasil“, com 150 moedas e barras de ouro.

Esta é a primeira vez que peças da valiosíssima coleção de numismática do Banco Espírito Santo (BES), que reúne 13 mil itens, serão mostradas em público. Nem mesmo em Portugal, onde a coleção BESNumismática está depositada, o público teve oportunidade de conhecer as raridades. A exposição é um dos eventos promovidos pelo Ano de Portugal no Brasil, celebrado até junho.

 

Através das moedas e barras de ouro o visitante poderá conhecer mais sobre a história do Brasil. São peças raríssimas, em alguns casos o único exemplar no mundo. O item mais importante da exposição é a moeda de 1822 R, da coroação do Rio de Janeiro, uma preciosidade. A mostra de 150 peças é um recorte da mais completa coleção de moedas de ouro do Brasil — que soma 2 mil itens e que faz parte da grande coleção BESNumistática.

 

Portugal e Brasil partilharam cultura e moedas. As peças que estarão em exposição retratam três séculos de história luso-brasileira, desde D. João IV (1640-1656) até D. Pedro II, imperador do Brasil (1831-1889). Inclui também as moedas cunhadas em nome dos reis de Portugal na Bahia, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, nos reinados de D. João V e D. João VI. Na exposição também estarão os raríssimos florins em ouro do domínio holandês, entre 1630 e 1654, cunhados em Pernambuco.

 

Do período de D. João V merecem destaque: a dobra de 1733 do Rio de Janeiro, com apenas três exemplares no mundo; as peças de 6400 Réis cunhadas na Bahia em 1729 e 1730, exemplares únicos, e a peça de 1732 que tem apenas dois exemplares; e ainda uma peça de 1731 do Rio de Janeiro, também única.

 

No período de D. João VI, a moeda de 1822 R, do Rio de Janeiro, é raríssima. Assim como a moeda de 1822 de D. Pedro I, de sua coroação.

 

A mostra, que comemora o Ano de Portugal no Brasil, terá também projeções de vídeos e apresentação de peças relacionadas à numismática, como balanças de precisão e sacos para o transporte de moedas, que remetem ao século XVII. A curadoria é do Conselho Científico de Numismática do BESNumismática. A produção da exposição é da ARTSolutions.

 

SERVIÇO

Museu Histórico Nacional
Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro
Tel.: 21 2550.9220

3ª a 6ª feira, 10h às 17h30, e aos sábados, domingos e feriados, 14h às 18h.
Até 20 de junho.

R$ 8,00 (oito reais). Grátis para menores de 5 anos, maiores de 65 e aos domingos. A bilheteria fecha meia hora antes.

Acesso: ônibus que passam pela Praça XV, Metrô Estação Cinelândia e terminal de barcas da Praça XV

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui