A ALERJ perdeu seu 1º parlamentar para o COVID-19, o deputado estadual Gil Viana (PSL), com base eleitoral em Campos dos Goytacazes. Ele estava internado há 10 dias no Hospital da Unimed, na cidade. Seu quadro até ontem era estável. No final da tarde desta terça-feira, 19/5, a oxigenação baixou e ele teve que ser submetido à entubação – o vírus afetou os dois pulmões do parlamentar, comprometendo 80% de um pulmão e 50% do outro. . Às 22h35, Gil teve uma parada cardíaca e não resistiu. Na segunda-feira, 18/5, quem faleceu foi o ex-vereador, Jorginho da SOS (Republicanos).

O presidente da Alerj, André Ceciliano, anunciou que vai decretar luto oficial por três dias. Amanhã, às 15 h, Gil Vianna receberá homenagem fúnebre em reunião virtual do parlamento. Em seguida, os trabalhos serão encerrados, com a suspensão da pauta de projetos programada para semana.

Gil era ex-oficial da Polícia Militar e do Exército Brasileiro, onde atuou por 27 anos. Em 2014, então filiado ao PR, concorreu a uma vaga na ALERJ para a legislatura 2015-2019, sendo eleito suplente em coligação. Após mudar para o PSB, assumiu o mandato de deputado em 2017 após Pedro Fernandes assumir secretaria no Governo Pezão. Em 2018, deixou o PSB e se filiou ao PSL. Tentou reeleição ao cargo e foi eleito com 28.636 votos.

Ele deixa viúva e três filhos. Seu suplente é o vice-prefeito de Saquarema, Pedro Ricardo.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui