Foto: Reprodução TV Globo

Uma família moradora da Tijuca, Zona Norte do Rio, teve uma desagradável surpresa ao receber a conta de água do mês de outubro e notar que valor cobrado era de R$ 19.714, 44. Até então, os valores nunca tinham ultrapassado os R$ 140. Estranhando o valor elevado, os clientes entraram em contato com a Cedae.

A companhia enviou técnicos ao local e descobriram que o consumo excessivo foi causado, na verdade, por um vazamento que a família não havia percebido.

Pela lei, mesmo nessa situação os clientes são responsáveis pelo pagamento. No entanto, a Cedae informou que irá entrar em contato com a família para buscar uma maneira de resolver a situação.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui