Cidade do Samba, no Centro do Rio - Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

Espaço destinado aos barracões das escolas de samba do Rio de Janeiro, a Cidade do Samba, localizada na região central da capital fluminense, deverá ser desinterditada pelo Corpo de Bombeiros (CBMERJ) ainda esta semana. A informação é do site ”Carnavalesco”.

”O Grupamento Operacional do Comando Geral [GOCG] será orientado, ainda esta semana, a proceder o auto de desinterdição da Cidade do Samba. Antes da reabertura, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio [Liesa] e a Prefeitura devem verificar se ainda existe alguma pendência/restrição a ser sanada junto a outros órgãos como, por exemplo, o Ministério Público”, relatou a Diretoria de Serviços Técnicos do CBMERJ.

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a reabertura da Cidade do Samba foi assinado na última terça-feira (08) e publicado no Diário Oficial do Estado na quarta (09). O TAC determina prazos para que sejam realizadas adequações voltadas à prevenção e combate a incêndios no local, que podem ser feitas até 30 de abril de 2024. Ele será encerrado quando a edificação for regularizada, isto é, com a emissão do Certificado de Aprovação.

A Cidade do Samba foi interditada em janeiro através de uma solicitação do Ministério Público do Estado do RJ (MPRJ). A justificativa apresentada foi que o local precisaria readequar suas instalações até que os riscos de incêndio fosse sanados. Vale lembrar que, em abril de 2020, o barracão da Unidos do Viradouro no local pegou fogo.

A ação levou em conta algumas vistorias realizadas pelo Corpo de Bombeiros em diferentes anos, que identificaram não só irregularidades no estado de conservação das instalações mas também a inexistência de um plano de controle e prevenção a incêndios. Vale ressaltar que o Governo do Estado já autorizou que a Liesa tome as providências necessárias para que seja instalada no local uma unidade do CBMERJ.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui