Olha que coisa legal! O Cine Olaria que está fechado há mais de 20 anos e é um bem tombado pela Prefeitura do Rio, vai ser reaberto! E não será apenas como cinema não, que vai ser modernizado pela Severiano Ribeiro, mas também terá uma academia Smart Fit além de apartamentos residenciais. O investimento será na casa das dezenas de milhões de reais.

A Sergio Castro Imóveis foi a responsável pela negociação com a Prefeitura do Rio para conseguir salvar o Cinema, conseguiram uma flexibilização do tombamento pois de outra forma o imóvel seria abandonado para sempre, como alias são vários nas proximidades. Inclusive já havia anos que investidores tentavam comprar o cinema para transformar em um edifício residencial, mas como não pode demolir, dificultava muito o projeto. A Sergio Castro veio com a idéia de demolição só do “miolo” ( a chamada “caixa do cinema”), que a prefeitura aprovou e com isso foi possibilitada a venda do imóvel para uma Construtora.

Cinema Olaria atualmente

A construtora Leduca, que tem grande tradição em Jacarepaguá foi o parceiro que a Sergio Castro escolheu para comprar a ideia. A Leduca vai desenvolver o projeto, e já comprou o Cine Olaria que era do grupo Severiano Ribeiro

Será, então, mantida fachada toda do cinema, assim como todas as lojinhas que ficam em volta dele e sua pitoresca torre, sendo demolido apenas o miolo, e construindo, com projeto da arrojada RAF ARQUITETURA (mesma da Villa Aymoré que ano passado foi sede do Casa Cor), um residencial transado ali dentro. Será um mega investimento e que vai mudar o panorama todo de olaria, e o mercado imobiliário local.
Cine Olaria nos bons tempos

Para Claudio Castro, diretor da Sergio Castro, “este projeto será um farol de desenvolvimento para a Zona da Leopoldina, Olaria e Ramos daquele lado da linha do trem não há um lançamento como este há mais de 15 anos . A aposta é justamente no diferente. Toda vez que uma região como aquela de Olaria, que tem muita classe media, muito militar, muito policial, muito aposentado, recebe um prédio deste tipo tende a ser um sucesso de vendas”.

Com a crise no país é a hora de virar para outras regiões, e com este momento em que os imóveis são tão valorizados , os terrenos estão muito caros então as construtoras estão se virando para áreas que sejam ao mesmo tempo promissoras e inexploradas. Em regiões como Olaria se consegue terrenos por valores que possibilitem lançar prédios com unidades mais baratas e que estejam ao alcance da classe média. As unidades devem ser vendidas no lançamento, que ocorrerá tão logo todo o licenciamento esteja pronto.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui