Feira Rio Antigo conta com Roda de Choro e Lavradio Cultural, neste sábado

O evento também contará com o Lavradio Cultural, com atrações diversas, entre performances e lançamento de livros

Foto: Divulgação

A tradicional Feira Rio Antigo, Patrimônio Imaterial Cultural do Estado do Rio de Janeiro, realizada todos os sábados, das 10h às 19h, na Rua do Lavradio, dá prosseguimento ao projeto Lavradio Musical, novidade que ocupa o espaço do Jazz na Feira desde o mês passado, com uma série de shows com estilos que vão do jazz ao samba, sempre às 16h. Neste primeiro sábado, dia 06/08, ainda tem Lavradio Cultural, com atrações culturais diversas, entre performances e lançamento de livros.

No sábado seguinte, 13/08, é dia de comemorar o aniversário de 10 anos da página @rioantigo no Instagram. Na ocasião, será lançado o Instituto Rio Antigo, associação sem fins lucrativos e braço da sociedade civil que terá como principal missão a promoção e a proteção do patrimônio cultural do Rio de Janeiro.

A proposta do Lavradio Musical é levar muita música e alegria aos frequentadores da Feira, além de fomentar a arte e a economia criativa.  Quem dá início à programação musical do mês, no dia 6 de agosto, é a roda de choro do grupo Bandolins Iguaçuanos. Formado por Franklin Gama e Michel Jacubovski, nos bandolins; Décio Cavaquinho, no violão 7 cordas; Nubio Quaresma, no cavaquinho; e Victor Loureiro, no pandeiro, instrumentistas que figuram na linha de frente quando o assunto é choro, o grupo promove uma viagem musical através dos anos dourados da composição brasileira. No repertório, peças musicais triunfantes, que vão de Ernesto Nazareth a Paulinho da Viola, com direito a Pixinguinha, Waldir Azevedo, Luiz Americano, Tom Jobim e companhia.

A atração do dia 13/08 é o grupo Pixin Bodega, que retorna à feira com seu repertório de composições dos mestres Jacob do Bandolim, Altamiro Carrilho, Waldir Azevedo, K-Ximbinho e Pixinguinha, as maiores influências sonoras de seus instrumentistas. O repertório passeia por clássicos do choro como “Vou Vivendo”, “Santa Morena”, “Doce de Coco” e “Carioquinha”, e também explora peças não tão conhecidas do gênero, em versões que flertam com o jazz, o tango, o frevo e o funk.

No outro sábado, 20/08, quem se apresenta é o cantor e compositor Humberto Effe, fundador da banda Picassos Falsos. Em sua estreia na Lavradio Musical, Humberto Effe, desde 2018 integralmente dedicado à sua carreira solo, celebra o lançamento de seu novo single “Olho de Tigre” na feira, a partir das 16h. Novas composições, hits e releituras serão apresentados na ocasião, em show no formato de voz e violão. No repertório do show, um apanhado de músicas de várias fases do cantor e compositor, além de canções de artistas que influenciaram a sua carreira, tais como Luiz Melodia e Sergio Sampaio.

No último sábado do mês, dia 27/08, quem se apresenta é o compositor e percussionista André Pressão, idealizador das rodas de samba do Bar do Juarez, em Santa Teresa, nos anos 90, e da Pedra do Sal, realizada desde 2007 no Bairro da Saúde. O artista que fecha o mês de atrações da Lavradio Musical é ex-integrante do grupo Batuque na Cozinha e já tocou com nomes consagrados, como Martinho da Vila, Beth Carvalho, João Nogueira, Bezerra da Silva, Jovelina Pérola Negra, Dona Ivone Lara, Délcio Carvalho, Alcione, Wilson Moreira, Nei Lopes, Wilson das Neves, Mauro Diniz, Nelson Sargento, Monarco, Luiz Carlos da Vila, Marisa Monte, Frejat, Mart’Nália, Marcelo D2, Rogê e Gabriel Moura.

Lavradio Literário:

Com atrações culturais diversas, a programação vai das 10h às 18h, na Praça Emilinha Borba. Nesta edição, às 12h, alunos do Instituto de Artes da UERJ apresentam a intervenção artística “Planta” e, mais tarde, às 17h, a mostra “Curva” de videoarte.

Haverá também o lançamento do livro “A Guerra pela Palavra: Contos do Subcomandante Insurgente Marcos “, com organização e tradução de Ary Pimentel, Patrícia Fernandes e Tomás Rosati (Editora Ganesha Cartonera). Às 15h, tem roda de conversa com o professor da UFRJ Ary Pimentel sobre o Projeto Cartonera, além de leitura de Contos do Subcomandante e homenagem ao poeta Miró da Muribeca, artista de Recife que faleceu no último domingo, com leitura de poemas.

Participam ainda as editoras Aruanda, É Realizações, Eduff, Ganesha Cartonera, IstoÉ, Kalinka, Letras Virtuais, Malê, Mórula, Nós, Pallas, Papéis Selvagens, Relicário, Ubu, UFRJ e Vozes.

A Feira Rio Antigo vai das 10h às 19h, com barracas que oferecem produtos diversos, de móveis a roupas e acessórios até objetos de decoração. E o clima fica ainda mais descontraído com a exposição dos lojistas, antiquários, expositores e dos bares e restaurantes locais – onde o público pode aproveitar para tomar uma caipirinha, petiscar ou almoçar –, que colocam mesas e cadeiras ao ar livre. Vale ressaltar, em tempo de pandemia, que todos estão obedecendo as Regras de Ouro da Prefeitura do Rio.

O evento era realizado todo primeiro sábado de cada mês, enchendo as ruas da Lapa de turistas, moradores e passantes para aproveitar o dia no local, passeando pelas barracas e bares. Devido à pandemia, e com o intuito de seguir as medidas protetivas de combate à Covid, a associação responsável conseguiu, junto à Prefeitura, a autorização para realizar a feira semanalmente. Agora, todos os sábados a Rua do Lavradio recebe a Feira Rio Antigo, com o intuito de espaçar o público e diminuir o número de expositores.

A Feira Rio Antigo é um evento turístico/cultural tradicional da Rua do Lavradio, que há 25 anos prima pela requalificação sociocultural do Rio Antigo, organizado pela Associação Polo Novo Rio Antigo, e tem a diversidade como sua principal característica. Ela se firmou no cenário cultural da cidade, encantando os visitantes com um belo passeio ao passado. A rua centenária é conhecida por abrigar casarões históricos, bares, antiquários e casas de shows, oferece uma programação descontraída para quem quer conhecer a história da cidade e se divertir. Primeira rua residencial da cidade, a Lavradio, aberta em 1771 pelo Vice-Rei Marquês do Lavradio, abraça este evento.

Projeto Lavradio Musical

O evento Lavradio Musical é gratuito e visa levar boa música e fomentar a cultura no Centro do Rio. O projeto é uma parceria de Mônica Silva, CEO do Palcos do Rio e sócia do Pub Panqss, uma pequena casa de arte que promove sessões de jazz em Botafogo, em parceria com Plinio Froés, diretor do Polo Novo Rio Antigo, empresário, produtor cultural e sócio de casas como Rio Scenarium, Santo Scenarium e Mangue Seco, conhecidas mundialmente pela boa música, gastronomia e cenários incríveis. “Lavradio Musical é um projeto incrível que dará voz a músicos cariocas e de outros estados, levando a boa música e o entretenimento ao Centro do Rio”, conta Mônica Silva.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui