O Ministério Público Eleitoral (MPE) denunciou vereador Felipe Michel (PP) por abuso do poder político em benefício de sua candidatura nas últimas eleições. De acordo com nota publicada na coluna Informe O Dia, do jornal O Dia, a denúncia fala em entrega de cestas básicas a taxistas. No processo, o MPE pede inelegibilidade de 8 anos.

São citados na denúncia a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio, Jucelia Oliveira Freitas; o secretário municipal de Envelhecimento Saudável, Qualidade de Vida e Eventos do Rio, Rogério Augusto Leitão; o subsecretário de Proteção e Defesa Civil do Rio, Djalma Antônio de Souza Filho; e o coordenador do Projeto Taxi.Rio da Secretaria Municipal de Transportes do Rio, Lauro Costa Silvestre.

Felipe Michel foi reeleito com 20.936 votos. Em nota, ele falou sobre a denúncia e afirmou que esteve na entrega para fiscalizar. Confira a nota na íntegra:

“Quem acompanha nosso mandato consegue ver que fiscalização é uma das nossas aptidões mais fortes, tendo realizado diversas denúncias e conquistas para a população com essa nossa forma de atuar.
A Prefeitura fez ampla divulgação da entrega das cestas básicas em seu site e páginas oficiais, bem como foi divulgado pela grande mídia. Informando inclusive local e horário para que a população pudesse ser atendida.
Tomei conhecimento através dos meios oficiais e fui fiscalizar a entrega e opinião do cidadão que confia em mim através do seu voto. Qualquer coisa a mais disso é produto de ilações e fantasias.
A existência do processo é importante para esclarecer e apurar os fatos. Meu nome não foi citado, e se o for e houver decisões judiciais, me manifestarei, apresentando provas de que não houve abuso de poder político algum.”

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui