Foto: Renan Olaz/CMRJ

Com a aprovação do nome de Thiago K. Ribeiro como Conselheiro do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro aconteceu uma dança na cadeiras no Executivo e no Legislativo. No lugar de Ribeiro deveria entrar o suplente Alexandre Beça (DEM) mas, como previsto, o prefeito Eduardo Paes (DEM) preferiu devolver o atual secretário de Cidadania, Átila A. Nunes (DEM) para a Câmara de Vereadores, onde ele será seu líder de governo, posição que era ocupada por Ribeiro. Primeiro suplente do DEM em 2020, Nunes tem a cadeira totalmente agora.

Quem toma o lugar de Nunes na secretaria de Cidadania é o vereador Felipe Michel (PP). Ex-secretário de Crivella (Republicanos) , foi um dos principais apoiadores e defensores do Bispo e até recentemente criticava Paes nas redes.

Quem assume seu lugar na Câmara é o ex-vereador Marcello Siciliano (PP). Ele ficou marcado ao ser considerado suspeito da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), o que depois se provou ser um erro. Isso marcou profundamente Siciliano, que sempre relembrava o fato em suas falas na Câmara, não deve ser diferente agora. Também era da base de Crivella.

Já Paes nomeou como seu novo Chefe de Gabinete o ex-procurador Geral do município Fernando Dionisio, cargo que ocupou durante os oito primeiros anos da gestão Paes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui