Feriado de Corpus Christi e baixas temperaturas beneficiam rede hoteleira do Estado do Rio

ABIH-RJ e HotéisRIO verificaram uma taxa de ocupação de 80,27%, no interior do Estado. Leme e Copacabana registram 77,95% de ocupação

Copacabana é sempre um dos destinos preferidos pelos turistas norte-americanos / Praia de Copacabana: Reprodução

Um levantamento realizado pela Associação Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e pela HotéisRIO sobre a ocupação de vagas em hotéis para o feriado de Corpus Christi, de 16 a 19 de junho, no interior e a primeira prévia para a capital fluminense, verificou uma média de 80,27% dos quartos reservados, sendo que os hotéis fluminenses registram uma taxa de ocupação de aproximadamente 72,55%. As informações são da rádio Tupi.

As baixas temperaturas do inverno carioca são as grandes responsáveis pelo sucesso da rede hoteleira, segundo a avalição. Destinos, como Miguel Pereira e Teresópolis, na região Centro-Sul e região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, foram os campeões de ocupação de quartos, com 100% e 93% de lotação, respectivamente.

As cidades de Itatiaia e Penedo, com a suas tradicionais redes de restaurantes e hotéis voltadas para o turismo de inverno também registram ótimas taxas de ocupação, com 91,59%, ambas. O destino serrano de Nova Friburgo verificou ainda um bom resultado de 89,60% de ocupação de quartos; acompanhada por Vassouras, com 88,07 de lotação. Valença/ Conservatória ficou empatada com Macaé, com 84%.

A belíssima Paraty, sede da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), registra uma ocupação de 73,40%; seguida por Angra dos Reis, Cabo Frio e Petrópolis, as três com lotação de 73%. O destino de Rio das Ostras também está sendo bem procurado pelos turistas e tem ocupação de 71%; seguida por Arraial do Cabo, com 66,70% e Armação dos Búzios, com 63,50%.

A cidade do Rio de Janeiro, pródiga em belezas naturais e com uma boa rede hoteleira, também está sendo beneficiada pelas baixas temperaturas neste feriado de Corpus Christi. Os bairros do Leme e Copacabana, na Zona Sul, lideram, o ranking de ocupação, com 77,95%. Em seguida vêm Ipanema e Leblon, também na Zona Sul, com 77,14%. Na mesma região, Flamengo e Botafogo ocupam a terceira colocação, com 73,62% de taxa de ocupação. O Centro da cidade foi também muito procurado pelos turistas em razão dos preços mais convidativos e da variada vida noturna, registrando uma lotação de 69,90% dos quartos. Barra da Tijuca e São Conrado, ficaram empatadas, com 66,84% de procura por hospedagem pelos turistas.

Segundo o presidente do HotéisRIO, Alfredo Lopes, a capital fluminense, com a sua rede de equipamentos culturais e diversidade de opções gastronômicas, atrai turistas nacionais provenientes de destinos próximos. “É um turismo doméstico, com visitantes oriundos de São Paulo, capital e interior, e Minas Gerais. Mas nossa expectativa é chegar a 85% até o dia do feriado,” afirmou Alfredo Lopes.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui