Estamos em tempos de perder o sono. Se antes da pandemia dormir mal já era uma queixa recorrente da maioria da população, agora então, dormir bem é considerado quase um luxo para uma minoria sortuda. Mas não é bem assim…

Percebo que as pessoas dão pouca atenção quando o assunto é qualidade do sono. Geralmente temos horário para acordar, mas quase nunca temos a mesma rigidez e disciplina com o horário de ir para a cama. Sempre dá para assistir mais um capítulo daquela série, conversar até altas horas pelo Whatsapp ou ver um pouco mais dos stories no Instagram – detalhe, com aquela luz fluorescente da TV, celular ou tablet bem na sua cara.  Você sabia que a luz azul emitida pelos aparelhos eletrônicos interfere diretamente a qualidade do seu sono? Sim! Ela impacta negativamente a produção de melatonina, hormônio produzido pelo corpo que regula o sono e garante uma bela noite de descanso. Na falta de melatonina, insônia na certa! E isso pode se tornar um problema crônico. O fato é que a privação de uma hora de sono, em uma única noite, já afeta sua saúde.  Perceba que no dia seguinte você sente mais fome, mais cansaço e menos disposição física.  Verdade ou não é?

Pensa numa faxina completa. É isso que o sono reparador faz com o nosso corpo. Alguns exemplos básicos dessa limpeza: modula hormônios, regula o apetite, ativa o metabolismo, fortalece a imunidade, melhora a performance esportiva, favorece o aumento de massa muscular e a redução de gordura corporal, minimiza processos inflamatórios, controla o humor e aumenta a vitalidade.

Será que ainda existe alguma dúvida da sua importância? Ah, e não dá pra compensar depois, dormir mais no fim de semana. Não existe efeito cumulativo, devemos respeitar as 7 ou 8 horas sagradas de descanso todos os dias da semana.

Temos um certo poder nas mãos para mudar essa situação. Se preparar para dormir assim como fazemos para acordar. Chamamos essa preparação de HIGIENE DO SONO. São ferramentas simples que vão transformam a sua vida.

7 passos para dormir bem:

  1. Jante cedo, pelo menos 2 horas antes de deitar. Faça uma refeição leve para otimizar sua digestão. Seu corpo se sente mais preparado para dormir quando está de estômago vazio.
  2. Apague as luzes da casa ao anoitecer, abajures ou luzes mais fracas ajudam o corpo a entender que já é hora de se recolher.
  3. Evite bebidas estimulantes pelo menos 6 ou 8 horas antes de dormir, pode parecer que não, mas elas demoram a ser totalmente metabolizadas pelo organismo, mesmo que você não sinta nada.
  4. Evite o uso de equipamentos eletrônicos pelo menos 1 hora antes de dormir. Outras alternativas interessantes, acione o filtro de luz azul do seu celular (night shift) ou use um óculos com lentes que bloqueiam a entrada dessa luz azul pela retina.
  5. Tome um banho morno para relaxar o corpo. Faz toda diferença.
  6. Vá para a cama pelo menos 30 minutos antes do horário programado para efetivamente dormir, seu sistema demora um pouco a se desligar. Use esse tempo de relaxamento para ler um livro ou meditar e silenciar a mente.
  7. O quarto deve estar totalmente escuro, sem nenhuma fresta de luz pela janela e nenhum aparelho com aquela luzinha acionada. Tape com fita isolante, se necessário.

Aproveite essa dicas e tenha uma boa noite de sono!     



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui