Essa é uma pergunta que eu sempre recebo de pacientes e seguidores do Instagram, se é possível fazer uso de suplementação sem fazer atividade física.

Primeiro de tudo, gostaria de reforçar a importância de colocar cada coisa no seu devido papel. Os alimentos, na sua forma íntegra, são sempre mais bem absorvidos e aproveitados pelo organismo. O suplemento alimentar é uma versão industrializada e concentrada de um determinado nutriente ou fitoquímico, na sua forma isolada, geralmente em pó ou cápsula. Suplementos são “a cereja do bolo”. Serão bem vindos desde que não substituam uma alimentação equilibrada.

Outro ponto muito importante de enfatizar é que indivíduos saudáveis não deveriam ser sedentários. Portanto, quando recebo perguntas desse tipo, fico preocupada se a pessoa quer resolver o problema do sedentarismo, tentando compensar o mal hábito, com o uso de suplemento na expectativa de melhorar a saúde e a estética sem fazer atividade física.  

Não é possível querer encurtar o caminho para ser saudável. A base da saúde é uma alimentação balanceada, rica em todos os nutrientes que nosso corpo precisa para funcionar adequadamente. E a atividade física, entra como o complemento perfeito para harmonizar todo o corpo. 

Uma preocupação excessiva com a estética em sobreposição à saúde, já é uma inversão de valores. A estética deve ser consequência de uma boa saúde. 

O papel do suplemento é complementar a dieta com objetivo de melhorar a saúde. Muitas vezes seu uso é desnecessário, se for possível atingir todos os nutrientes importantes somente através da alimentação. Em algumas situações específicas, para otimizar as respostas metabólicas do corpo, aí sim, podemos lançar mão de suplementos. 

O suplemento de proteína mais conhecido, whey protein, é a proteína do soro do leite, na sua versão pura e isolada dos outros nutrientes do leite. É uma opção prática e versátil, por exemplo, utilizar pra enriquecer a proteína de uma refeição, facilita no momento que você está fora de casa e não tem possibilidade de fazer uma refeição na forma de comida. Ajuda um atleta a atingir sua necessidade proteica diária. 

Então, respondendo a pergunta, o ideal é que a proteína venha da alimentação, que você faça atividade física regularmente, e quando necessário, usar os benefícios da suplementação e as vantagens da praticidade que ela pode trazer para a sua rotina alimentar. 

Formada pelo Centro Universitário Newton Paiva - Belo Horizonte, com Pós graduação em Nutrição Esportiva Funcional pelo VP Centro de Nutrição Funcional - Rio de Janeiro. É Nutricionista do BNDES (Nutrendo), Consultoria Nutricional do Programa de Treinamento online Treinando em casa com o Rafa @personalrafamachado, , Nutricionista do Projeto Social Avante @projetoavante_ e Nutricionista parceira do N Comidas (marmitas saudáveis e balanceadas) @n.comidas_n.comidas

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui