Fernanda Dias: Os 5 piores hábitos para sua saúde

O corpo já veio de fábrica com um maravilhoso manual de instruções, se você parar um pouco pra ouvir, com certeza vai entender como ele funciona

Imagem de StockSnap por Pixabay

1. Comer sem fome.
A fome é um sinal fisiológico do corpo, assim como fazer xixi, fazer cocô, ter sede. Respeitar a fome é um princípio básico para se alimentar. Ignorar esse sinal fisiológico, antecipando o ato de comer, é uma agressão ao seu sistema digestivo, que não está devidamente preparado para receber uma nova remessa de comida. Muitas vezes ele ainda está digerindo o que você comeu na refeição anterior. A fome não tem hora marcada porque nosso metabolismo e o gasto energético não são exatamente iguais todos os dias. São muitas as interferências que modulam o apetite. Você vai saber identificar a fome quando ela for real. Assim como vc sabe a hora que quer ir ao banheiro. Não tem erro. O corpo já veio de fábrica com um maravilhoso manual de instruções, se você parar um pouco pra ouvir, com certeza vai entender como ele funciona. Fome emocional é a vontade de comer. Ela passa se você não ceder ou se ocupar com outra atividade pra distrair a atenção. Fome de verdade é inconfundível. Fique atento!

2. Comer em grande quantidade.
Nossa capacidade digestiva tem um limite. Exceder esse limite é comer demais, e isso vai sobrecarregar seu corpo para dar conta desse excesso. Você costuma sair da mesa após a refeição com uma sensação de peso na barriga? Fica com sono após o almoço? Esses são sinais clássicos de que você comeu em grande quantidade. Uma dica para controlar o impulso de comer demais é mastigar devagar e comer com calma. O cérebro precisa ter tempo de enviar esse comando para o estômago e fazer você parar de colocar comida pra dentro. Comendo rápido, essa informação chega atrasada, portanto, você já extrapolou o seu limite antes da mensagem chegar.

3. Comer com muita frequência.
Num mundo com tanta oferta de comida, lanchinhos disponíveis por toda parte, refeições a cada 2 ou 3 horas. Esse hábito é anti natural e anti fisiológico. Um adulto não tem fome para comer a cada 2 horas. A não ser que a dieta esteja pobre nutricionalmente, ou com um volume tão pequeno que não mate a fome por completo de uma determinada refeição. Fazendo uma alimentação completa e nutritiva, dificilmente você terá fome antes de 3 ou 4 horas. Podendo ser até mais de 4 horas, dependendo da sua potência digestiva. Se você garantir suas necessidades de energia e de nutrientes, o mais recomendado é que se faça as 3 principais refeições, ou no máximo 4 refeições, se o seu dia for muito cheio de atividades. Não mais do que isso!

4. Consumo de alimentos processados e ultraprocessados.
Hoje em dia, diante de tanta informação sobre alimentação, acredito que esse tópico não surpreenda mais ninguém. Comida de verdade, nutre o corpo. Comida de mentira, industrializada, intoxica o seu corpo. Corra léguas de distância desse setor no supermercado, pois a indústria vai tentar te capturar. Não caia na cilada de achar que não é tão ruim assim. É muito ruim sim!

5. Sedentarismo.
Esse tópico dispensa comentários!

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui