Fernando Ferry, ex-secretário de Saúde do RJ - Foto: Fabiano Rocha/Agência O Globo

Na manhã desta quinta-feira (25/06), o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Fernando Ferry, participou pela segunda vez de audiência realizada pela Comissão de Fiscalização dos Gastos do Combate à Covid-19, promovida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

De acordo com o deputado Renan Ferreirinha (PSB), relator da Comissão, Ferry estava mais à vontade do que na primeira vez que foi ouvido e respondeu com mais tranquilidade às perguntas que lhe foram feitas.

Ainda segundo Ferreirinha, embora tenda dito que em momento algum sofreu interferência política durante o período – pouco mais de 1 mês – em que esteve à frente da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ), Fernando Ferry disse ter deixado o comando da pasta por medo de ”manchar seu CPF”, especialmente depois de tomar conhecimento de um relatório da Controladoria Geral do Estado (CGE-RJ) que apontava uma série de problemas na SES-RJ.

Sobre o fato de supostamente ter sido pressionado em alguma ocasião, o ex-secretário relatou que a única pressão foi para pagar contratos já vencidos. Além disso, questionado acerca de sua relação com Everaldo Pereira, homem forte do Governo Witzel, Ferry disse que conheceu o pastor durante a campanha eleitoral do atual chefe do Poder Executivo do RJ, em 2018, e contou também que o filho de Everaldo, Filipe Pereira, assessor especial do governador, participou de diferentes reuniões que Ferry teve com Wilson Witzel.

Fernando Ferry pediu demissão da Secretaria Estadual de Saúde do RJ na última segunda-feira (22/06), após exatos 35 dias à frente da pasta. Ele havia entrado no lugar de Edmar Santos, exonerado do cargo no dia 17/05 devido a supostas irregularidades cometidas pela SES-RJ durante a pandemia do Coronavírus.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui