Festa do Tomate, em Paty do Alferes, tem ataque a Bolsonaro e consumo de maconha no palco durante show

Os atritos, entre Rodrigo Amorim e os cantores Xamã e Orochi, se deram em razão das ofensas proferidas contra Bolsonaro. e o uso de maconha no palco

Tradicional evento de Paty do Alferes, a Festa do Tomate registrou atritos entre deputado e cantores / Reprodução: Redes Sociais

Mais votado nas eleições de 2018, no auge da onda bolsonarista, o deputado estadual Rodrigo Amorim (PTB) se envolveu em uma confusão, nesta quinta-feira (17), durante a tradicional Festa do Tomate, na cidade de Paty do Alferes, no interior do Estado do Rio de Janeiro.

Uma das inúmeras atrações do evento, o cantor Xamã foi o pivô da confusão com Amorim. Mais especificamente, as suas ofensas proferidas contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), durante o seu show. O deputado, que estava na área VIP, não gostou e admoestou o cantor. O clima esquentou, e os fãs de Xamã enfrentaram Amorim, que deixou o local ameaçando-o.

Em pouco tempo, foi a vez do cantor Orochi entrar na mira do deputado bolsonarista, que o flagrou fazendo uso de maconha no palco. Indignado, Rodrigo Amorim tentou invadir o espaço, mas foi contido por policiais militares que trabalhavam na segurança do cantor. O deputado denunciará Orochi por uso e apologia de drogas. Ele ainda pretende questionar, no comando da PMERJ, o posicionamento dos policiais que deveriam ter detido o cantor por uso de drogas e não o fizeram.

 “Paty do Alferes é uma cidade espetacular, e a festa do Tomate é imperdível. Venho todos os anos. Por isso, não posso tolerar a presença de maconheiros, e ainda mais, o uso do palco para fazer politicagem barata. Se quiserem ver petista dando faniquito contra o presidente, que procurem o show do Pablo Vittar,” declarou Rodrigo Amorim, que é integrante da Comissão Antidrogas da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), e que já se envolveu em polêmicas com a funkeira Ludmilla e o rapper MC Cabelinho, contra a apologia à maconha. Amorim abriu processo contra ambos. Os procedimentos continuam em andamento na Justiça.

Advertisement

21 COMENTÁRIOS

  1. FALSO MORALISMO

    A legislação brasileira não trata o consumo de drogas como crime. Logo, não há crime sem lei anterior que o defina, nem pena sem prévia cominação legal, conforme o princípio da anterioridade penal.

  2. Parabéns ao Deputado Rodrigo Amorim que fez o que deveria fazer como representante do povo do Rio de Janeiro que está sofrendo com a violência do tráfico de drogas alimentado por esses ESQUERDOLÓIDES que acham que podem transgredir as leis e fazer apologia ao uso das drogas que destrói a vida de jovens e da família!

  3. Muito engraçado esses bolsonaristas metidos a moralistas e, pior são os enquadramentos, só esquerdistas são usuários de drogas, e o Carluxo (quiçá o Flávio, …), enfim é fácil falar mal do opositor.
    Não é de hoje que esse Rodrigo Amorim, aonde vai cria caso, claro com o único objetivo de se promover.
    Essa festa já foi maravilhosa, mas a algum tempo só tem música eletrônica e sertanejo universitário (não que desaprove mas não gosto), que não atendem aos propósitos originais da festa, que de tomate não tem mais nada e esses dois cantores me parecem ser ilustres desconhecidos.

  4. a turma do fuminho tá a mil e os bots aqui também. já viram que temas que não fazem parte do programa do (desgoverno) não recebem um “a”? kkkkkkkkk

  5. Me desculpem os comentaristas de posição contrária mas o deputado estadual está corretíssimo em defender a integridade moral, posturas legais e éticas de sua cidade, afinal de contas, em um show contratado por uma prefeitura, não é local para demonstração politica nem uso de drogas não aceitas pelas leis brasileiras.
    Apoio incondicionalmente a demonstração de patriotismo, respeito e seriedade do Deputado Amorim.

  6. O pior de tudo mesmo, é chamar o que estes “artistas da maconha” fazem, de música….Mas.. enfim gosto é igual kool, cada um têm o seu.

  7. kd meu comentário? eles podem falar o que querem porcos bandidos maconheiros lula ladrão e ta tudo certo né, a minha resposta e barrada???? sabia que esse bloquete era dos bozonaros, só tem comentários tacando o pau nos artista… lixo, em outubro vocês encerram essa porcaria…..

  8. Lindo esse Gado dos infernos estragando uma festa centenária, mais esse povo lixo é assim mesmo, querem sempre aparecer mais que os artistas, vejam o chefe deles que adora dar ponta a pé inicial em pelada de sertanejo milionário as custas de prefeituras de cidadezinhas iguais a essa. e discutir com astro americano ganhador de óscar e principalmente com a anitta ganhadora de vários prêmios e não interessa se ela tatuou o boga pois o borogodo e dela…. por isso que esses catadores de bostas de gado são considerados artistas pois tão faturando alto no governo da Bozolandia…. muuuuuuuuuuuuuuuuuuu

  9. Bolsonaro já era, só fez besteira, induziu milhares a morte com a postura negacionista, atrasou a vacinação prejudicando a economia, menosprezou as vacinas com termos chulos, vachina, virar jacaré, vacina causa aids, fez sigilo, intervenções para esconder esquemas de amigos e familiares, descontrole da economia, diminuiu o poder de compra do brasileiro. O cantor agiu correto, o político que ficou espumando para tentar defender quem o elegeu.

  10. Chamar estes LIXOS de artista é transformar a Arte em coisa de 3ª categoria, como realmente vem se transformando!. Essa gentalha faz este tipo de coisa pra criar polêmica, pois talento estes LIXOS não tem: não servem pra nada!. O culpados são esses Secretários de Cultura, que no geral são uns semianalfabeto e ignorantes: aí contratam gente do nível deles!. Esta gente só oferece LIXO pro povo: por isso que estamos nos últimos lugares em Educação e conhecimento, e nossas escolas e colégios viçaram este antro de esquerdistas porcos e burros!.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui