Vacinados e testados. Assim estarão todos os participantes da Esbórnia Retake que será realizada no próximo dia 9 de outubro. Esse é um dos eventos-teste autorizados pela Prefeitura do Rio de Janeiro e será realizado no Parque dos Atletas, na Barra, como informou o DIÁRIO DO RIO, um espaço totalmente aberto, com grande circulação de ar e com uma área de 150 mil metros quadrados. O evento deve receber até 4 mil pessoas para uma noite de muita música e diversão, mas com todos os cuidados que precisam ser tomados.

Felipe Ramalho

A montagem da estrutura começou nesta quarta-feira (06/10). Mas a organização para a retomada, seguindo todos os protocolos de segurança, vem sendo feita desde agosto. “Não foi fácil ficarmos tanto tempo longe mas foi necessário. Graças à vacina no braço e ao avanço científico essa espera está chegando ao fim. Vamos realizar um evento com 100% das pessoas vacinadas e testadas. É disso que precisamos. Eventos regulamentados e não simplesmente liberados, mas sem ordem“, conta Felipe Ramalho, sócio-fundador e diretor criativo da agência Lorde, empresa responsável pela realização da Esbórnia.

Segundo dados da 50ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada na última sexta-feira, 1º de outubro, pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) o Rio de Janeiro atingiu a menor taxa de ocupação de leitos para Covid e a maior redução de mortes pela doença desde que o governo iniciou o estudo. Na cidade do Rio a situação é parecida. A 39ª edição do Boletim Epidemiológico, também divulgado no dia 01, apontou uma das menores taxas de hospitalização desde o início da pandemia de Covid-19. A cidade está com 85% da população vacinada com a primeira dose e quase 60% com a segunda dose ou dose única.

Foi a melhora nos dados e a ampla vacinação que possibilitou que a Prefeitura do Rio autorizasse a realização de grandes eventos como a Esbórnia. Já tradicional entre os amantes da música eletrônica de todo o Brasil, a Esbórnia foi selecionada para ser um dos 12 eventos-teste de outubro exatamente pela sua importância na economia do Estado e organização. “A Esbórnia vem exatamente de encontro com o objetivo da administração municipal daqui para frente que é recuperar a economia com foco no turismo e eventos“, explica Felipe Ramalho

Até o momento os eventos-teste têm apresentado bons resultados. No primeiro promovido pela Prefeitura do Rio, jogo entre Flamengo e Grêmio pela Copa do Brasil com mais de 6.400 torcedores, a taxa de incidência de Covid foi seis vezes menor do que a do Rio.

Protocolos de um evento-teste oficial

Para trabalhar ou participar da Esbónia as pessoas terão que fazer teste de Covid e comprovar que estão vacinadas. Desde a compra do ingresso, o consumidor já fica ciente de que concordará com os termos e regras apresentados por se tratar de um evento-teste. “Deixamos muito claro que não se trata de uma festa clandestina e sem nenhum rigor de segurança como estamos vendo por aí. Aqui na Esbórnia é necessário seguir as regras para que todos possam se divertir com o máximo de segurança. Esse é um dos três eventos-teste em que uso de máscaras não será obrigatório, mas queremos que as pessoas fiquem à vontade e usem se acharem necessário. Mais do que produzir festas, criamos alegria. Situações únicas em que se está com quem mais gosta. Nada pode ser tão enriquecedor do que ter na memória momentos inesquecíveis com pessoas especiais“, conta Paula Plass, sócia-fundadora e diretora financeira da agência Lorde.

Após comprar o ingresso, o consumidor recebe um e-mail de confirmação com um link para envio do pdf com a carteira de vacinação digital, via Conecte SUS, ou da foto da carteira de vacinação física. O documento será validado pela equipe do evento. Caso isso não seja feito em dois dias, o ingresso é invalidado e o reembolsado feito automaticamente.

Além de estar com a vacinação em dia, entre o dia 7/10, às 21h00, e 9/10, às 18h00, o consumidor terá que, obrigatoriamente, realizar um exame de Covid (Antígeno Swab ou PCR-RT) nos laboratórios credenciados pela produção. Assim como ocorreu nos jogos de futebol no Rio, os laboratórios serão responsáveis por enviar o exame diretamente para a produção da festa e também aos órgãos de saúde competentes, atestando se o consumidor está negativo ou positivo. Em caso negativo, a pessoa receberá um novo ingresso pessoal e intransferível para utilização no evento. Em caso positivo, o ingresso será automaticamente cancelado e integralmente reembolsado.

Retomada Aquecida

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Promotores de Eventos (Abrape) em março de 2021 apontavam que cerca de 97% das empresas do segmento estavam com as atividades totalmente paralisadas há um ano e que, das 72 mil empresas levantadas, 24 mil encerraram as atividades desde o início da pandemia e mais de 450 mil trabalhadores diretos e indiretos perderam o emprego no setor de eventos, cultura e entretenimento no Brasil. Um prejuízo que ultrapassa a cada dos R?90 bilhões.

Ramalho e Paula acreditam em uma forte retomada do setor de eventos e marketing. Para eles, as empresas estão com capital de marketing parado esperando a oportunidade propícia de voltar a ativar e o consumidor, graças à vacina, aos poucos o consumidor está voltando a frequentar lugares públicos. “Isso nos faz acreditar que os próximos anos serão bastante favoráveis para o setor de eventos. Aqui na Lorde a nossa meta estabelecida é de faturamento acima de R?45 milhões nos próximos dois anos, realizando mais de 25 grandes eventos, reunindo mais de 35 mil pessoas e ativando mais de 40 marcas ao longo desse processo“, conta Paula.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui