Imagem meramente ilustrativa de trecho do Alto da Boa Vista
Imagem meramente ilustrativa de trecho do Alto da Boa Vista

Neste sábado (02/10) e também no domingo (03/10), acontece no Alto da Boa Vista, Zona Norte do Rio de Janeiro, mais precisamente nos arredores do Parque Nacional da Tijuca, uma festa de música eletrônica que servirá como um evento-teste em relação à taxa de transmissão da Covid-19 em meio ao processo de vacinação que tem ocorrido. O evento permitirá que as pessoas não estejam utilizando máscaras de proteção.

Para entrar no local, porém, será preciso seguir rigorosamente as regras sanitárias e testar negativo para o Coronavírus com no máximo 48 horas de antecedência.

De acordo com a Prefeitura do Rio, quem estiver na festa será monitorado por cerca de duas semanas a partir de segunda-feira (04/10) para avaliar se houve infecção ou não pela doença.

Moradores criticam

Apesar do tom otimista do Poder Executivo municipal em relação ao avento, alguns moradores locais reclamam de festas clandestinas que têm acontecido no Alto da Boa Vista. Eles alegam que isso demonstra uma destruição do bairro.

”Ao invés de estarmos preocupados em preservar a floresta, a fauna e a flora, e a integridade dos moradores que estão aqui e que pagam IPTU, estamos contribuindo para uma coisa nefasta, na minha opinião, que é a destruição do bairro”, diz a cineasta Isabel Jaguaribe.

Paralelamente, outra questão que incomoda os moradores é o fechamento de vias que ficam dentro do Parque Nacional da Tijuca. O acesso à Zona Sul pela Vista Chinesa, por exemplo, está fechado na Rua Dona Castorina, além de outras ligações pelo Alto com outros bairros, como a Estrada do Redentor e a Estrada da Cascatinha.

”Eu não entendo como a gente conseguiu conviver durante muitos anos, tanto os ciclistas, pedestres, área de lazer, com as pessoas quem têm que se movimentar no bairro, e agora, de repente, isso foi suspenso e a gente não tem direito nem a opinar, não pode fazer nada”, complementa Isabel.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui