Em uma sexta-feira 13, nada assombrada, o Festival de Cinema de Gramado abre suas portas, mais uma vez, para brasileiros de todos os estados. 

Em sua 49ª edição, o evento é considerado o maior festival de cinema brasileiro e com mais edições seguidas ininterruptas neste tempo. Mesmo durante a pandemia, o festival conseguiu reforçar a sua importância e realizar as mostras virtualmente, no Canal Brasil. 

O Festival de Cinema de Gramado acontecerá entre 13 e 21 de agosto, e a exibição dos curtas e longas será realizada novamente pelo Canal Brasil, com coletivas de imprensa sempre no dia seguinte à exibição. 

Se por um lado, a presença dos cineastas, críticos e público em geral faz falta ao dia a dia das mostras, por outro lado, os filmes chegam a muito mais espectadores que o fantástico Palácio dos Festivais poderia comportar. 

Dirigido por Pedro Peregrino, o filme que abrirá a mostra competitiva de longas brasileiros é “A Suspeita”, protagonizado por Glória Pires. O drama policial conta a história de Lúcia, uma renomada investigadora policial.

Aos 55 anos, dedicou toda a sua vida à profissão e é um nome respeitado entre seus colegas. Tudo muda durante uma investigação. Um famoso escritor, que estava trabalhando nas memórias de um dos chefes do tráfico no Rio de Janeiro traficantes de drogas e teve seu telefone grampeado por Lúcia, é assassinado. A policial se torna alvo de investigação de seus superiores, ao mesmo tempo em que descobre que tem Alzheimer.

Peregrino comemora a participação. “É uma honra ter meu primeiro longa-metragem na abertura do Festival de Cinema de Gramado, um dos mais importantes do país”, destacou o diretor.

Glória Pires, por sua vez, se emocionou ao relembrar a trajetória do filme. “Estar na 49ª edição de um festival tão emblemático e poder mostrar o fruto de quatro anos de trabalho é um sonho que se realiza”, reforçou a atriz.

A exibição dos filmes será realizada no Canal Brasil, a partir das 21h30. Para conferir a programação completa, acesse o site do festival.

Jornalista, produtora e apresentadora do podcast cineaspectos. Como amante do cinema, ficou imersa em roteiros fantásticos, conheceu a beleza dos filmes de máfia e os incompreendidos dramas europeus. Sara adora desbravar a singularidade do cinema brasileiro, e acompanha de perto os principais festivais e mostras ao redor do mundo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui