Cartaz de divulgação do evento

A 3ª edição do LivMundi começou no sábado (01/06), no Complexo da Penha, e segue com programação na Casa Firjan, em Botafogo, e no Parque Lage, Zona Sul da cidade. O evento convoca a sociedade para refletir sobre ações transformadoras relacionadas a causa da sustentabilidade.

A temática dessa edição é a conexão das diversas redes e territórios que compõem a cidade, fazendo um chamado para a construção de pontes que unam a todos em torno de um objetivo comum. Através do projeto “Comece a Transformar o Mundo”, o LivMundi vai mostrar como cada atitude afeta não só as nossas vidas como o futuro das próximas gerações.

São mais de 50 atividades, entre elas histórias de sucesso e experiências transformadoras de jovens cariocas engajados e que estão à frente de projetos incríveis em comunidades. Além da participação de profissionais referência em suas atividades, no Brasil e em outros países como Holanda, Espanha e Estados Unidos, apresentando cases de inovação.

“Os movimentos da base da nossa pirâmide social estão cada dia mais interessantes, articulados e produtivos. Na sua maioria, liderados por uma nova geração antenada, inclusiva e socialmente engajada. Sem ideologismos ou radicalismos, essa turma começa a promover pequenas mudanças em seu território, aliando conexão digital e vida real. Movimentam seus espaços com os recursos e competências disponíveis. São verdadeiros heróis do cotidiano”, diz Luciane Coutinho, idealizadora do projeto.

Como já acontece tradicionalmente no Parque Lage, na Zona Sul da cidade, uma programação nos dias 15 e 16 de junho com feiras como a Junta Local, atividades ao ar livre, debates, rodas de conversa, living lab, práticas de saúde, oficinas e atrações culturaispromovendo o tema por meio de experiências, vivências e trocas.

Todas as atividades do Parque Lage são gratuitas e as inscrições já estão abertas através do site do Festival.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui