O músico Zak Richard Starkey, filho do baterista dos Beatles Ringo Starr, em ação

Na próxima quinta-feira (23/01) o músico Zak Starkey, filho do Beatle Ringo Starr e, também, baterista do The Who visitará a ONG São Martinho, na Lapa, região central da cidade. O artista buscará jovens talentos para compor o seu novo selo e vem a instituição para, além de conhecer o trabalho desenvolvido pela associação, tocar e cantar com os jovens do Centro de Música Capaldi.

Os jovens do Centro de Música, que são oriundos de comunidades carentes da Zona Norte do Rio como, por exemplo, Juramento e Morro do Trem, são fãs dos Beatles e estão mais que acostumados a se apresentar com grandes estrelas do Rock. Em 2018, os adolescentes cantaram e dançaram o clássico “Another Brick in The Wall” com o músico britânico Roger Waters, no palco do Maracanã.

Zak irá acompanhado do cantor BNegão, icônico músico do Planet Hemp e que integra o grupo de Rap da Rocinha Covil do Flow e Tabitha Capaldi, filha do roqueiro Jim Capaldi Jim Capaldi, baterista britânico da banda Traffic, falecido em 2005, que além dos trabalhos com o grupo, tocou com artistas como Jimi Hendrix, Eric Clapton, Alvin Lee, Mylon LeFevre, Steve Winwood e George Harrison, com quem gravou uma versão em inglês da canção “Anna Júlia“, da banda brasileira Los Hermanos.

Com mais de três décadas de existência, a São Martinho é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, entre seis e 24 anos de idade, em situação de rua ou residentes em comunidades e ocupações urbanas. A Instituição atende uma média de 2 000 jovens, no Rio de Janeiro.

Nas unidades socioeducativas, localizadas nos bairros da Lapa e Vicente de Carvalho, os beneficiários têm acesso a atividades educativas, culturais, esportivas e de profissionalização no contraturno escolar. Além de acompanhamento realizado por equipe de pedagogos, assistentes sociais, psicólogos e advogados.

3 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto um artista gringo capitalista vem apoiar jovens carentes, nossos artistas socialistas(?) viajam pras Ilhas Maldivas, Europa e America do Norte. O problema não é viajar (direito de cada um) e sim os discursos de que se preocupam com os nenis favorecidos, bla bla bla e mimimi.

    • Q c tá falando kkkk? Hora…Bolsonaro os dizem q os Beatles eram socialistas,agora vc diz q é artista capitalista? Onde vcs estão com a cabeça kkk?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui