Estádio do Maracanã - Foto: Reprodução

A partida entre Palmeiras x Santos pela final da Copa Libertadores, neste sábado (30/01), às 17h, no Maracanã, terá uma força-tarefa da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro no intuito de evitar aglomerações no entorno do estádio. Isso porque torcedores de ambos os clubes se mobilizaram pelas redes sociais durante a semana para marcarem presença na capital fluminense para o jogo.

De acordo com a PM, o objetivo da ação é auxiliar a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), responsável por organizar a competição, ”garantindo que todas as medidas de proteção e prevenção à pandemia de Covid-19 sejam respeitadas durante a partida”.

Ainda segundo a corporação, cerca de 500 agentes realizarão um patrulhamento ostensivo nos arredores do Maracanã e intensificarão as fiscalizações em pontos estratégicos de concentração de torcidas no Rio. Aproximadamente outros 50 policiais militares também farão a segurança no interior do estádio – que não terá presença de público pagante, vale lembrar. O Corpo de Bombeiros fiscalizará e coordenará ações de prevenção e também ajudará na dispersão de possíveis aglomerações.

Receio pela chegada da mutação do Coronavírus ao Rio

Segundo alguns infectologistas, a vinda em massa de pessoas de outros lugares do país ao Rio pode acabar trazendo à cidade uma variante do Coronavírus que ainda não chegou em solo carioca. Em São Paulo, por exemplo, estado das duas equipes, já há registros da mutação brasileira que acabou ocasionando o colapso na rede de saúde de Manaus, capital do Amazonas.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui