Foto: Reprodução

O novo boletim de Infogripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostrou que o estado do Rio apresenta tendência de aumento no número de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Segundo o boletim, nas últimas três semanas, já houve um crescimento no número de casos. Os dados analisados fora os da semana 19, de 9 a 15 de maio.

De acordo com a análise, a tendência para o estado do Rio é de aumento moderado a curto e longo prazo. Ainda segundo a Fiocruz, a SRAG pode ser causada por vários vírus respiratórios, mas, no Brasil, cerca de 99% dos óbitos por SRAG deste ano foram causados pela Covid-19.

É importante ter redução sustentada de número de casos para uma recomposição do sistema de saúde, inclusive com vistas a reduzir a taxa de ocupação de leitos”, destaca o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe.

Quanto à capital, a cidade do Rio apresentou sinais de estabilização quanto ao número de casos de síndrome respiratória aguda grave.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui