Foto: Reprodução/Internet

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou que irá atrasar a entrega das vacinas previstas esta quarta-feira (21/04). A quantidade prevista para o novo lote é de 4,7 milhões de doses, mas a entrega só deve acontecer na sexta-feira (23/04). A mudança na data de entrega dos imunizantes, foi feita a pedido do PNI.

Após algumas reduções no planejamento, a Fiocruz prevê a entrega de 18,8 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca para este mês de abril. Ao todo, desde o dia 17/03, a instituição entregou 10,8 milhões doses produzidas por Bio-Manguinhos ao Ministério da Saúde, para ser distribuído pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

Uma nova remessa de IFA está sendo aguardada para produção a partir da terceira semana de maio. A Fiocruz acredita que o contrato de transferência de tecnologia, a Fiocruz seja assinado no início de maio. Com a matéria-prima brasileira, a vacina totalmente produzida pela instituição deve chegar para a população em setembro deste ano. Com isso, a Fundação deve iniciar, no mês de outubro, a distribuição do imunizante contra Covid-19 100% produzidos no país.

A Fiocruz também irá incluir, em maio, mais um turno na produção de doses da vacina Oxford/Astrazeneca, devendo chegar à produção de 1,2 milhões de doses por dia. A fábrica da instituição possui capacidade para produzir até 1,4 milhão de vacinas por dia.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui