Foto: Marcos Gouvêa/Divulgação RIOgaleão

Neste domingo (28/03), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu mais uma remessa de insumos para a fabricação de 12 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. O avião, vindo de Xangai, na China, pousou nesta manhã no Aeroporto Internacional Tom Jobim. Segundo a Fiocruz, a fundação recebeu dois lotes do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA).

A carga faz parte dos quatro lotes previstos para chegarem nessa fase. Cada lote tem em média 230 litros de IFA. O primeiro chegou na última quinta-feira (25/03). O quarto e último lote está previsto para chegar na próxima semana, com potencial de produção de mais 5 milhões de vacinas.

Todo o material será processado em Bio-Manguinhos, na Fiocruz. Os quatro lotes de IFA cobrem as entregas de abril e parte das doses a serem disponibilizadas em maio para a população. A expectativa é que as entregas ao Ministério da Saúde cheguem a 100 milhões de doses até julho.

A partir do segundo semestre, com a incorporação da tecnologia do IFA, a Fiocruz prevê entregar mais 110 milhões de doses, incluindo a produção 100% nacionalizada.

1 COMENTÁRIO

  1. Logo este stop-and-go da vacinação por falta de estoque vai passar da oferta das doses para a execução do trabalho próprio da vacinação nas cidades. Espero que já estejam se preparando para quando o estoque deixar de ser um grande problema.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui