Fiscalizações do Procon em postos de combustíveis no RJ completam 1 mês

O impacto da redução do ICMS na gasolina foi de R$2,09, bem acima do esperado pelo governo, que era uma redução de R$1,19; as fiscalizações serão mantidas

Foto: Procon -RJ

Na quinta-feira, (04/08), o Procon-RJ e as secretarias de Estado de Defesa do Consumidor e Fazenda completaram um mês de fiscalizações para verificar a redução do ICMS sobre a gasolina e o etanol no estado.

Desde o início da operação, 723 postos já foram vistoriados, 314 orientados quanto ao Decreto Federal 11.121 – que determina a exposição dos preços praticados no dia 22/06/22 e do valor atual -, e 122 autuados.

O impacto da redução do ICMS na gasolina foi de R$2,09, bem acima do esperado pelo governo, que era uma redução de R$1,19.

O preço médio constatado pelos fiscais na última quarta-feira, (03/08), em 23 postos da Zona Norte e Oeste da região Metropolitana, Itaguaí e no sul fluminense, foi de R$ 5,71 para a gasolina e R$ 4,88 para o etanol, demonstrando a constante redução de valor. Se comparado ao valor praticado antes do decreto, em que a gasolina custava em média R$7,80, o impacto da redução do imposto no preço da gasolina foi de R$2,09, acima da redução estimada de R$1,19.

Foto: Divulgação/Procon-RJ

A ação conta com apoio das secretarias da Casa Civil e de Desenvolvimento Econômico, além do Comando de Polícia Ambiental da Polícia Militar, das delegacias do Consumidor e de Defesa dos Serviços Delegados, da Polícia Civil, de Agentes da Força Especial de Controle de Divisas – Operação Foco e da Agência Nacional de Petróleo. As fiscalizações serão mantidas.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui