Foto: Reprodução/Internet

Este final de semana é muito importante para a história do Flamengo. Neste sábado (23/11), o time rubro-negro enfrenta o River Plate pela final da Copa Libertadores, em Lima, no Peru, e ainda pode ser também campeão brasileiro, no domingo (24/11), mesmo sem entrar em campo, bastando apenas o Palmeiras não vencer o Grêmio.

Visando essa grande possibilidade de 2 títulos importantíssimos em 2 dias seguidos, a Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro definiu, nesta sexta-feira (22/11), um plano especial de segurança para este final de semana na capital fluminense.

Com a utilização de 1.300 policiais militares e de um grande número de agentes de outros órgãos públicos e privados, o planejamento tem como objetivo garantir a segurança de torcedores, moradores e turistas, que estão mobilizados para acompanhar a transmissão da decisão da Libertadores, neste sábado (23/11). Caso a equipe carioca conquiste o título, haverá uma grande festa dos torcedores para recepcionar a delegação rubro-negra, que chega ao Rio no domingo (24/11) pela manhã.

Sob coordenação do Coronel Márcio Pereira Basílio, Subsecretário Geral da Polícia Militar, o plano foi discutido conjuntamente com representantes de outros atores envolvidos nos eventos programados para o final de semana – concessionárias de transporte público, órgãos municipais e estaduais e do Clube de Regatas do Flamengo. O planejamento foi definido no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), logo após a reunião entre os representantes dos órgãos públicos e privados.

Para o sábado (23/11), o planejamento foi montado num modelo semelhante ao empregado num grande show artístico, como o Rock in Rio ou apresentações no Sambódromo. Isso porque a diretoria do Flamengo e o consórcio que administra o Maracanã programaram para o início da tarde um evento no estádio para receber os torcedores da equipe, com apresentação de artistas populares e a instalação de telões para que o público, estimado em 35 mil pessoas, possa assistir ao jogo a partir das 17h.

A segurança interna do Maracanã, como evento privado, ficará a cargo de agentes contratados pelo consórcio que administra a praça esportiva. Policiais do Batalhão Especializado em Policiamento de Estádios (BEPE) e do 6º BPM (Tijuca) farão a segurança no entorno do estádio. Haverá reforço no patrulhamento das vias de acesso, estações de transportes coletivos e pontos de encontro de torcedores.

Além do evento oficial no Maracanã, há previsão de um movimento de torcedores muito acentuado na capital e nas demais cidades do estado, com a promoção de eventos particulares promovidos por bares, restaurantes, condomínios, agremiações esportivas, entre outros.

Para o domingo, independentemente do resultado do jogo da véspera, o plano foi montado primeiramente para receber a delegação do Flamengo, que chega de manhã no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, Zona Norte da cidade.

Caso o Flamengo vença a decisão, jogadores, comissão técnica e diretoria do clube seguirão em ônibus fechado do aeroporto à Candelária, no Centro, sob escolta de policiais do BPChq (Batalhão de Polícia de Choque) e do RECOM (Rondas Especiais e Controle de Multidões). Há 4 trajetos possíveis entre o aeroporto e o Centro. A escolha será feita de acordo com informações da área de inteligência da Corporação, que observará condições de tráfego e de segurança.

Multidão de torcedores do Flamengo ‘carregou’ o ônibus rubro-negro na saída do Ninho do Urubu nesta quarta-feira (20/11), rumo à Lima – Foto: Reprodução/Internet

Chegando à Candelária, a delegação do Flamengo embarcará num caminhão aberto, estilo trio elétrico usado por megablocos carnavalescos, e desfilará junto com os torcedores pela Avenida Presidente Vargas até o monumento a Zumbi do Palmares, na Praça Onze, onde será o ápice e o término da comemoração. Caso a equipe carioca não conquiste o título, o plano prevê a chegada ao aeroporto e escolta da delegação.

”Além da decisão da Copa Libertadores, teremos outros eventos na cidade, inclusive um jogo na tarde de domingo entre Botafogo e Corinthians no Engenhão. Todas essas variáveis foram pensadas e contempladas no nosso planejamento”, explicou o Coronel Basílio após a reunião no CICC.

Durante todo o final de semana, a movimentação de torcedores, assim como participantes de outros eventos e frequentadores de áreas de lazer, será monitorada por aeronaves do Grupamento Aeromóvel (GAM). Os policiais militares do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) cuidarão dos principais corredores viários de acesso à capital. O RECOM, além da escolta, fará o patrulhamento móvel, podendo ser deslocado situações específicas. Além das unidades especializadas, o efetivo dos batalhões operacionais foi reforçado na Região Metropolitana. As unidades do interior do estado também reforçarão seus efetivos neste final de semana.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui