Foto: Divulgação Flamengo

Nesta quinta-feira (28/07), o Flamengo apresentou à Prefeitura do Rio uma sugestão de protocolo a ser adotado para o retorno de público aos estádios. O portal de notícias “G1” divulgou informações sobre o documento que a Prefeitura irá analisar.

Segundo o portal, o protocolo sugere que o Maracanã permita 30% da capacidade do estádio, o que equivale a 21.027 torcedores. O documento diz se basear em procedimentos adotados em Belo Horizonte e Mato Grosso. O documento também prevê que o público esteja vacinado com as duas doses ou com a vacina de dose única há pelo menos 15 dias antes da partida. Outra opção seria apresentar teste negativo de Covid-19, realizado com antecedência de até 72h.

O pagamento do exame seria responsabilidade do torcedor. Além disso, o teste teria que ser realizado em um laboratório autorizado pelo clube organizador do jogo. O laboratório também seria obrigado a informar ao clube sobre o resultado do teste e à Secretaria de Saúde. Já o torcedor vacinado deve apresentar a comprovação por meio do aplicativo Conecte SUS.

O documento sugere outros protocolos, como distanciamento social de um metro entre os assentos, evitar filas para compra de alimentos, não comparecimento de quem está com sintoma de Covid-19, não comparecimento de quem teve contato com alguém com sintoma, comprovar vacinação ou teste negativo na entrada do estádio, espectador poder ser retirado caso não cumpra protocolo, treinamento da equipe para garantir obediência ao protocolo, abertura dos portões com 3 horas de antecedência e desinfecção do estádio após o jogo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui