Fred Luz, candidato do Novo à Prefeitura do Rio - Foto: Reprodução

O candidato a prefeito pelo Novo, Fred Luz, anunciou nesta quarta-feira (21/10) que, se eleito, vai cobrar à Cedae o cumprimento do contrato para serviços de coleta e tratamento de esgotos no Rio de Janeiro. De acordo com levantamento do Instituto Trata Brasil, cerca de 57% dos esgotos na capital do Estado não são tratados, sendo descartados de forma incorreta e levando riscos à saúde da população.

“Saneamento é uma vergonha na cidade do Rio de Janeiro, principalmente pela coleta e tratamento de esgoto, onde menos de 50% são tratados. E nenhum prefeito até hoje, nem esse agora e nem os anteriores, cuidaram disso. Ninguém cobra a Cedae, ninguém multa a Cedae, ninguém obriga que a Cedae cumpra as suas obrigações porque ela já recebe por isso. 77% da receita da Cedae vêm dos cariocas. É vergonhoso. Nós vamos cobrar, vamos multar, e vamos exigir os serviços porque o carioca já pagou por eles”, advertiu o candidato.

Realizado na maior parte do Estado pelo governo estadual, por meio da Cedae, o serviço de saneamento (água e esgoto) é de responsabilidade dos municípios, sendo que nas regiões metropolitanas podem ser executados em parceria. No Rio de Janeiro, entretanto, a Cedae não tem cumprido as metas, deixando a cidade em péssimas posições do ranking do saneamento, produzido anualmente pelo Trata Brasil.

De acordo com o instituto, o saneamento básico na capital fluminense ainda precisa de muitas melhoras, principalmente nos serviços de esgotamento sanitário, como apontam os dados divulgados pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento básico (SNIS), ano base 2018. Estima-se que na cidade 85,1% da população de área regular da capital fluminense recebe atendimento de coleta de esgoto, entretanto, apenas 42,9% dos esgotos do Rio de Janeiro são tratados.

Uma vez que cerca de 57% dos esgotos não são tratados, a chance de os mesmos serem descartados de forma incorreta na natureza é muito grande, podendo gerar graves consequências para a população. Pelos estudos do Trata Brasil, as vantagens da expansão da rede de esgoto são diversas: desde a valorização imobiliária, econômica e educacional até a diminuição da proliferação de doenças e o aumento da renda no turismo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui