Freixo vai a Campo Grande e anuncia medidas para gerar emprego na Zona Oeste do Rio

O candidato do PSB discursou durante o ato e conversou com comerciantes e frequentadores do local

Foto: Márcio Menasce/Divulgação

O candidato a governador Marcelo Freixo (PSB) realizou uma grande caminhada no calçadão de Campo Grande na manhã desta quinta-feira (25), junto com o candidato ao senado Alessandro Molon (PSB). Ele discursou durante o ato e conversou com comerciantes e frequentadores do local.

“A gente precisa resolver o maior problema de quem não pode pagar um plano de saúde: a fila do Sisreg. Tem gente esperando consulta e exame há um tempão e, como governador, esse é o meu maior compromisso: contratar 3 mil médicos no primeiro ano de governo e fazer a fila andar. Em vez de gastar em propaganda, vamos investir na saúde, contratar médicos e botar remédio nas unidades de saúde”, afirmou.

O candidato também falou sobre transporte público. “Nós vamos botar ordem nos trens. É inaceitável que um morador de Campo Grande leve 2 horas para ir e 2 para voltar do trabalho. Junto com Lula, nós vamos reformar as estações e reduzir o tempo de espera para quem usa a SuperVia”, explicou

Antes da caminhada, Freixo se encontrou com empreendedores da região na Associação Empresarial de Campo Grande. Ele foi recebido pelo presidente da entidade, Guilherme Eisenlohr. O candidato falou sobre propostas para fortalecer os pequenos negócios.

“Nós vamos criar a Agência de Desenvolvimento da Zona Oeste, assim como faremos na Baixada. E teremos aqui em Campo Grande uma Casa do Empreendedor. Nosso objetivo é garantir qualificação profissional, assessoria jurídica e administrativa e crédito barato para quem tem ou quer abrir um pequeno negócio”, anunciou.

Além do candidato ao senado Alessandro Molon (PSB), Freixo também estava acompanhado pelos candidatos a deputado federal William Siri (PSOL), Jandira Feghali (PCdoB), Lindberg Farias (PT) e pela candidata a deputada federal Tatiana Roque (PSB), e pelos candidatos a deputado estadual Jefferson Vinco (PSOL), Tiago Prata (PSB) e Doutor Marcos Paulo (PSOL).

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui