Foto: Reprodução

Funcionários de ONGs, que trabalham em abrigos da Prefeitura do Rio reclamam de salários atrasados. A informação é do jornal RJ1, da TV Globo. A reportagem ainda relatou que em algumas instituições a situação é tão grave, que não estaria faltando comida.

Há casos em que o atraso de salários chega a ser de 2 meses. Os funcionários também não estão recebendo passagem para se deslocarem até o trabalho e falta, inclusive papel higiênico e água.

De acordo com a reportagem, o abrigo do Sambódromo será desativado assim que a escola que fica no local reabrir. Com isso, ainda não se sabe para onde serão deslocadas as pessoas que vivem no local.

A Secretaria Municipal de Assistência Social confirma o atraso no pagamento dos salários e explicou que a ausência dos pagamentos ocorreu devido a reorganização financeira das contas da prefeitura. A previsão de regularização é para o início do mês de abril.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui